Frases soltas por aí... no mundo!!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Qual é a sua patologia? Parte 3



Cicloidia

O cicloide é o oposto ao esquizoide, porque ele está sempre de acordo consigo mesmo, tão de acordo que acha que o mundo foi criado apenas para servi-lo.

Geralmente é extrovertido e simpático no primeiro contato, precisando mesmo da companhia dos outros para se sentir bem, pois tem medo da solidão. Em todo lugar a que vai faz amizade com facilidade. Ele é a pessoa que sabe de todas as notícias e boatos.

Pode parecer, aparentemente, que este tipo de personalidade é ideal. Porém, ele tem tendência para a depressão, período no qual cai num estado de melancolia e pessimismo.

Como tem muitos amigos, todos correm para ajudá-lo. Mas nada adianta e, de repente, volta ao seu estado normal.

Outro fato interessante é que o cicloide tem necessidade premente de chamar a atenção de todos sobre a sua pessoa, gostando de ser sempre o primeiro — até nos sofrimentos.

Fisicamente, segundo Kretschmer, o cicloide tem tendência para a obesidade, enquanto que o esquizoide, para a magreza.

Norberto R.  Keppe* Extrato do livro A Medicina da Alma, Cap. 17,  pág. 157

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Qual é a sua patologia? Parte 2



Esquizotimia

Como a palavra está dizendo, esquizotimia quer dizer personalidade dividida, motivo pelo qual os indivíduos portadores desse tipo de patologia são muito difíceis de serem compreendidos. Eles próprios não sabem, muitas vezes, os motivos por que tomaram determinada atitude.

Enquanto cada um de nós sabe, a qualquer hora, o que está sentindo, porque nossas experiências convergem para a unicidade, o esquizoide não sabe fazer uma síntese de seus sentimentos, e frequentemente acaba pensando que ninguém o compreende.

Quando essa falta de ligação afetiva atinge a percepção e a inteligência, temos o doente mental, isto é, o indivíduo completamente desintegrado. É o esquizofrênico.

Exemplo típico da personalidade esquizoide é a do filósofo Strindberg que, quando recebeu a notícia da morte da mãe, continuou tranquilamente executando a sua tarefa, como se nada houvesse acontecido. Somente depois de horas de trabalho é que parou, de repente, caindo num choro convulsivo.


Norberto R.  Keppe* Extrato do livro A Medicina da Alma, Cap. 17,  pág. 157

Qual é a sua patologia? Parte 1



A Paranoia

A paranoia está classificada entre as doenças mentais, sendo grande o número de indivíduos acometidos pelos seus sintomas.

A sociedade conta, infelizmente, com esses doentes, sem se dar conta de sua periculosidade. Geralmente têm um convívio social aceitável, não raras vezes de importância. São extremamente inteligentes e usam sua capacidade para fins escusos ou úteis.

Não são casos de internação, a não ser que apresentem crises (na esquizofrenia paranoide), mas criam dificuldades com as pessoas com as quais convivem.

Segundo Mira Y Lopes, a descrição desse tipo de personalidade é a seguinte: “É o tipo que se julga superior a todos, achando-se sempre com razão. Não raciocina, racionaliza. É um sofista e grande argumentador, de modo que os seus adversários dizem: embora o sr. não me convença, vence-me na argumentação.

“O paranoide tem tal capacidade de argumentação, que é capaz de tomar qualquer frase do seu interlocutor e convencê-lo do contrário. É um polemista e tem um tirocinio especial para a advocacia. Muitas vezes, defendendo um criminoso, consegue libertá-lo, deixando um perigoso facínora em ação novamente.

“Geralmente, em virtude de sua capacidade de argumentação, resistência e perseverança, ele chega a altos postos, procurando resolver problemas difíceis, principalmente os de caráter pleiteante e reivindicativo, como os que agitam os grupos de trabalho.

“Eles causam atritos de toda espécie, e quando as pessoas com as quais convivem duvidam de sua sanidade, eles dizem: Vocês pensam que eu sou paranoico, mas não sou. E, na realidade, são.”

Enquanto o paranoico não exerce cargo de responsabilidade, como o da direção de um país, por exemplo, poderá mais ou menos adaptar-se. Mas quando sobe na escala social, as projeções que faz se encarregam de torná-lo nocivo. E realizam seu papel, enganando os outros.

Um Adolf Hitler, na Alemanha (país com um povo culto), conseguiu enganar a todos por muitos anos. Somente no final, quando a situação era completamente caótica, é que perceberam toda a extensão de sua doença.


Norberto R.  Keppe* Extrato do livro A Medicina da Alma, Cap. 17,  pág. 157

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

IDENTIFIQUE SEUS TALENTOS NO DIA-A-DIA

 Meditação e artes marciais ajudam a descobrir quais dons possui

 

Identificar os próprios talentos pode ser transformador e estimular uma mudança significativa nas nossas vidas. Por ser artista marcial e utilizar uma linguagem "guerreira" em minhas aulas, costumo dizer que os dons e os talentos são as armas para expressar nossa energia criadora.
É muito comum nos dias de hoje encontrar pessoas que carregam com elas uma profunda tristeza e uma espécie de crise existencial, justamente por não saber onde podem colocar suas energias. Elas podem até ter um emprego e uma profissão (às vezes muito bem remunerada), mas não sentem alegria ao acordar ou o coração aberto. Ou seja, não se sentem íntegras naquilo que se propuseram fazer.
Deepak Chopra, o autor do livro "As Sete Leis Espirituais do Sucesso", cita a lei do Dharma ou do propósito de vida. Ele diz que todos nós temos um talento próprio e uma maneira única de expressá-lo. E, por incrível que pareça, acreditando ou não, existe alguma coisa que você consegue fazer melhor do que todo mundo!
Para muitos essa afirmação cai como uma bomba e algumas pessoas podem pensar: "imagina! Eu não tenho dons e talentos específicos. Não consigo acreditar que exista algo nesse mundo que eu consiga fazer melhor do que outra pessoa". Eu não só acredito que você tem um talento singular, como acredito também que você é capaz de colocá-lo em movimento, afinal, todos somos únicos na nossa infinita diversidade. Cada um tem um perfeito e divino brilho. Ninguém é igual a você!

COMO ENCONTRAR SEUS DONS E TALENTOS?

Não existe nenhuma fórmula mágica que levará você, do dia para a noite, ao encontro de seus dons e talentos. Mas algumas práticas poderão lhe ajudar bastante nesta importante busca, como a Meditação, que leva ao autoconhecimento.
Procure ficar em silêncio em alguns momentos do seu dia. Observe sem nada julgar. Se fizer um pouco disso, seu "Guerreiro Interno" será treinado.
Procure reservar uns 30 minutos do seu dia para sentar-se em silêncio. Se no começo lhe parecer bastante, procure dividir em 15 minutos pela manhã e 15 minutos à noite. No começo é bem provável que você precise chamar algumas virtudes. A força de vontade é uma que precisará entrar em ação para conseguir doutrinar o hábito. Durante esse período de silêncio, procure ficar imóvel e apenas observar os seus pensamentos e tudo o que acontece. O treino é o fortalecimento da presença. Se seus pensamentos levarem você para fora, volte a sua atenção para a respiração (a qual deve estar fluindo naturalmente) e permaneça neste estado pelo tempo que conseguir. Repita o ritual sempre que necessário. É natural alguns "insights" acontecerem durante o seu período de silêncio. Fique atento a eles, pois podem ser grandes pistas vinda do coração.

Se achar difícil meditar, experimente fazer a postura da árvore - exercício básico da Arte Marcial Chinesa. Seus objetivos são os de fortalecer a presença, a paciência, a capacidade de meditar, a determinação, entre outros.
Veja abaixo o passo-a-passo para fazer a postura:
  • 1De pé, afaste seus pés e deixe-os na largura dos ombros.
  • 2Mantenha os pés paralelos e flexione levemente os joelhos. Olhando de cima para baixo, não deixe que eles ultrapassem a ponta de seu pé.
  • 3Encaixe o quadril e mantenha a coluna alinhada.
  • 4Ainda nessa posição, posicione seus braços, como se tivesse abraçando uma árvore (os cotovelos e os ombros devem ficar relaxados). Imagine que está segurando uma bexiga cheia com sua axila, ou seja, pense nesse espaço imaginário e não deixe que seus braços fiquem fechados.
  • 5Deixe os dedos das mãos afastados e relaxados.
  • 6Faça com que sua cabeça siga o prolongamento da coluna, ficando alinhada.
  • 7Fixe seus olhos em um ponto. Se estiver de olhos fechados, foque na respiração.
  • 8Permaneça nessa posição, sem se mexer, de 1 a 20 minutos. Vá aumentando o tempo gradualmente.
Experimente fazer as séries da postura da árvore durante 20 minutos ao dia. Se preferir, divida os exercícios em quatro tempos de cinco minutos.
Outra dica bem interessante para descobrir seus dons e talentos é reconhecer o que você gosta de fazer, o que lhe traz alegria espontânea. Você pode fazer o exercício de imaginar que vive em um mundo onde não existe dinheiro. Neste local, você não ficaria parado o dia inteiro e seria natural dedicar-se a algo para passar o tempo, para se sentir vivo e com alegria no coração. Sendo assim, tente perceber qual seria essa ação. Pergunte-se: o que eu faria para me sentir feliz?
Os nossos dons e talentos são a pura expressão do ser. Quando conseguimos ter a dádiva de expressar nossas potencialidades, é natural sentirmos o coração aberto e a alegria em nossas vidas. O que importa sentir-se pertencendo à vida, é o amor que você coloca em movimento. E quando esse sentimento tocar a outra pessoa, é natural que ela retribua com mais amor e assim entramos no fluxo da prosperidade e da abundância em nossas vidas.
Que a nossa guerra interna possa ser devidamente compreendida e integrada, que possamos descobrir definitivamente a paz e a prosperidade que reside dentro de nós!

FERNANDO BELATTO
É professor de artes marciais e criador do método "O Despertar do Guerreiro Interno", que ajuda as pessoas a se conectar com o coração, por meio do desenvolvimento de suas virtudes. Site: www.guerreirointerno.com.br/E-mail:contato@guerreirointerno.com.br
publicação original: http://www.personare.com.br/identifique-seus-talentos-no-dia-a-dia-m2927

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Dia das Bruxas, Halloween, Finados e a absorção do nosso folclore...


Dia das Bruxas (Halloween -lido Ralouín- é o nome original na língua inglesa) é um evento tradicional e cultural, que ocorre basicamente em países anglo-saxônicos, mas com especial relevância nos Estados UnidosCanadáIrlanda e Reino Unido, tendo como base e origem as celebrações dos antigos povos (não existe referências de onde surgiram essas celebrações). 



No Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.  


história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.
Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.
Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro). 


Críticas
Muitos brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e, portanto, deveria ser deixada de lado. Argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado. Para tanto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci (comemorado também em 31 de outubro). 

A comemoração da data também recebe fortes críticas dos setores religiosos, principalmente das religiões cristãs. O argumento é que a festa de origem pagã dissemina, principalmente entre crianças e jovens, ideias e imagens que não correspondem aos princípios e valores cristãos. De acordo ainda com estes religiosos, as imagens valorizadas no Halloween são negativas e contrárias à pratica do bem.


Do pôr-do-sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome atual da festa: Hallow Evening → Hallowe'en → Halloween. Rapidamente se conclui que o termo "Dia das bruxas" não é utilizado pelos povos de língua inglesa, sendo essa uma designação apenas dos povos de língua (oficial) portuguesa.
Outra hipótese é que a Igreja Católica tenha tentado eliminar a festa pagã do Samhain instituindo restrições na véspera do Dia de Todos os Santos. Este dia seria conhecido nos países de língua inglesa como All Hallows' Eve.
A relação da comemoração desta data com as bruxas propriamente ditas teria começado na Idade Média no seguimento das perseguições incitadas por líderes políticos e religiosos, sendo conduzidos julgamentos pela Inquisição, com o intuito de condenar os homens ou mulheres que fossem considerados curandeiros e/ou pagãos. Todos os que fossem alvo de tal suspeita eram designados por bruxos ou bruxas, com elevado sentido negativo e pejorativo, devendo ser julgados pelo tribunal do Santo Ofício e, na maioria das vezes, queimados na fogueira nos designados autos-de-fé.

Essa designação se perpetuou e a comemoração do halloween, levada até aos Estados Unidos pelos emigrantes irlandeses (povo de etnia e cultura celta) no século XIX, ficou assim conhecida como "dia das bruxas", uma lenda histórica.
A origem do halloween remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcadas diferenças em relação às atuais abóboras ou da famosa frase "Gostosuras ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente "fim do verão").
A celebração do Halloween tem duas origens que no transcurso da História foram se misturando.

Origem Pagã

A origem pagã tem a ver com a celebração celta chamada Samhain, que tinha como objetivo dar culto aos mortos. A invasão das Ilhas Britânicas pelos Romanos (46 A.C.) acabou mesclando a cultura latina com a celta, sendo que esta última acabou minguando com o tempo. Em fins do século II, com a evangelização desses territórios, a religião dos Celtas, chamada druidismo, já tinha desaparecido na maioria das comunidades. Pouco sabemos sobre a religião dos druidas, pois não se escreveu nada sobre ela: tudo era transmitido oralmente de geração para geração. Sabe-se que as festividades do Samhain eram celebradas muito possivelmente entre os dias 5 e 7 de novembro (a meio caminho entre o equinócio de verão e o solstício de inverno). Eram precedidas por uma série de festejos que duravam uma semana, e davam ao ano novo celta. A "festa dos mortos" era uma das suas datas mais importantes, pois celebrava o que para nós seriam "o céu e a terra" (conceitos que só chegaram com o cristianismo). Para os celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não haveria fome nem dor. A festa era celebrada com ritos presididos pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.


Origem Católica

Desde o século IV a Igreja da Síria consagrava um dia para festejar "Todos os Mártires". Três séculos mais tarde o Papa Bonifácio IV († 615) transformou um templo romano dedicado a todos os deuses (Panteão) num templo cristão e o dedicou a "Todos os Santos", a todos os que nos precederam na fé. A festa em honra de Todos os Santos, inicialmente era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III († 741) mudou a data para 1º de novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na Basílica de São Pedro, em Roma. Mais tarde, no ano de 840, o Papa Gregório IVordenou que a festa de Todos os Santos fosse celebrada universalmente. Como festa grande, esta também ganhou a sua celebração vespertina ou vigília, que prepara a festa no dia anterior (31 de outubro). Na tradução para o inglês, essa vigília era chamada All Hallow’s Eve (Vigília de Todos os Santos), passando depois pelas formas All Hallowed Eve e "All Hallow Een" até chegar à palavra atual"Halloween".

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Praticando a falta de sentimento no trabalho


Com 5 kg de argila sobre o corpo, grupo caminha pela Avenida Paulista, em São Paulo.


25 pessoas da performance 'Executivos de Pedra' percorrem a via. Produtora diz que ideia é mostrar falta de sentimento por conta do trabalho.

Do G1, em São Paulo, 18/10/2012

Caminhada faz parte de uma perfomance teatral que quer mostrar uma sociedade paralisada por rotinas sufocantes de trabalho. (Foto: Guilherme Tosetto/G1)Caminhada faz parte de uma perfomance teatral que quer mostrar uma sociedade paralisada por rotinas sufocantes de trabalho. (Foto: Guilherme Tosetto/G1)
Vinte e cinco pessoas, em caminhada lenta, cada uma coberta com 5 kg de argila por cima dos trajes executivos e de uma fina faixa branca sobre os olhos. A performance de dois grupos teatrais percorre, nesta quarta-feira (17) , a  Av. Paulista, no centro de São Paulo.
A caminhada "Executivos de Pedra", que começou no Parque Trianon, segue até a Rua da Consolação e pretende mostrar às pessoas "o mundo paralisado no qual vivem aqueles sufocados pelo trabalho",  disse ao G1 Natália Viana, produtora e intregrante do Coletivo Pi, um dos grupos idealizadores da ideia – junto com o Desvio Coletivo, outro grupo de performance teatral. "As pessoas não têm tempo para viver, para pensar, para sentir, para ver. Por isso a faixa branca, por isso a argila. É um mundo sem sentimento mesmo. É uma paralisia", diz.
A ideia, segundo Natália, é encabeçada por Marcos Bulhões e Marcelo Denny, que hoje é diretor de Arte do Desvio Coletivo. E, para colocá-la em prática, não houve formulários de inscrição nem ensaios, só um requisito: "cada um teria que chegar com seus cinco quilos de argila". As 25 pessoas se reuniram no Parque Trianon um pouco antes das 12h30, e os produtores da perfomance despejavam a argila no corpo, no cabelo e até na bolsa de cada um.
A produtora explica que também não houve nenhum livro, quadro ou peça que inspirou a ideia. "Na verdade, a ideia veio antes da obra. Pensamos na praticidade e em como íamos fazer tudo e depois nos veio na cabeça o quadro "Parábola dos Cegos" , de Peter Bruegel", disse Natália Viana.
Pessoas durante a caminhada "Executivos de Pedra" (Foto: Guilherme Tosetto/G1)Pessoas durante a caminhada "Executivos de Pedra" (Foto: Guilherme Tosetto/G1)

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Frases sobre serenidade


"Em tempo de paz convém ao homem serenidade e humildade; mas quando estoura a guerra deve agir como um tigre!" W. Shakespeare


"A verdadeira serenidade não é ausência de paixão, mas a paixão contida, ímpeto domado." George Duhamel


"Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar,
a coragem para mudar as coisas que não posso aceitar
e a sabedoria para esconder os corpos daquelas pessoas que eu tive que matar por estarem me enchendo o saco. 

Também, me ajude a ser cuidadoso com os calos em que piso hoje, pois
eles podem estar conectados aos sacos que terei que puxar amanhã. 

Ajude-me, sempre, a dar 100% no meu trabalho... 
- 12% na segunda-feira, 
- 23% na terça-feira, 
- 40% na quarta-feira, 
- 20% na quinta-feira, 
- 5% na sexta-feira. 

E... Ajude-me sempre a lembrar,
quando estiver tendo um dia realmente ruim e todos parecerem estar me enchendo o saco,
que são necessários 42 músculos para socar alguém e apenas 4 para estender meu dedo médio e mandá-lo para aquele lugar... 

Que assim seja!!! 

Viva todos os dias de sua vida como se fosse o último.
Um dia, você acerta."
Luiz Fernando Veríssimo


"O homem sereno procura serenidade para si e para os outros."
Epicuro


"Nada contribui mais para a serenidade da alma do que não termos qualquer opinião." 
Georg Lichtenberg   


"Todo sofrimento recebido com serenidade tem um doce-amargo que, em vez de maltratar, faz bem."
Jeanete de Moraes Souza


"As sociedades modernas vivem tempos insanos. A serenidade é um artigo de luxo”
Augusto Cury


"A vontade excessiva da vitória, acaba com a serenidade de um homem."
Thel


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

7 coisas lógicas a serem feitas...

1 - Faça as pazes com o seu passado, para que não estrague o seu presente.


2 - O que os outros pensam de si, não lhes diz respeito.


3 - O tempo cura quase tudo, dê tempo ao tempo.


4 - Ninguém é a razão da sua felicidade. Algumas pessoas contribuem, mas você é a razão.


5 - Evite a comparação com os outros, você nem imagina os contornos da caminhada da vida deles.


6 - Pare com o pensamento excessivo, ninguém está na posse de todas as respostas.


7 - Sorria, alegre-se, você não está na posse de todos os problemas do mundo.


terça-feira, 9 de outubro de 2012

Livros para download gratuito


“Não há amigo tão leal quanto um livro.”
(Ernest Hemingway)
Ter um livro como amigo é mesmo uma boa definição. Aos bons leitores, os livros abrem portas, confortam, ensinam e, muitas vezes, nos fazem reformular opiniões. Todos os bons atributos de um verdadeiro amigo. Se em algum tempo ler um livro foi privilégio de poucos, atualmente a Era Digital facilita o acesso e democratiza de vez a leitura. Desde títulos infantis até grandes clássicos e edições raras, você encontra nos links abaixo. Lembrando que é preciso estimular e cultivar este hábito tão importante na formação pessoal. Os diversos links disponibilizam livros para download gratuito. Ao todo são mais de um milhão de títulos de autores de todo o mundo em língua portuguesa, inglesa e espanhola. Acesse e confira.
Cervantes, Shakespeare, Homero, Dostoiévski, Kafka… Os maiores clássicos mundiais você encontra nesta seleção feita pelo site No Mundo dos Livros. No link as obras estão todas disponíveis para download gratuitamente.
Universia reuniu em diversos links nesta página mais de 500 títulos da literatura mundial para download. Você poderá encontrar desde os 50 clássicos em Língua Portuguesa aos 96 clássicos da Harvard, e até uma seleção dos livros que o Tufão lê na novela Avenida Brasil. São quatro páginas que reúnem matérias por temas com todos os títulos disponíveis.
Também no site da Universia, você pode encontrar120 obras acadêmicas que foram disponibilizadas pela UNESP para download gratuito. As obras estão divididas em 23 áreas como Arte, Comunicação, Design, Economia, Geografia, Literatura, Música  e muitas mais! Acesse!

Entre os títulos e autores que você encontra no site Domínio Público está a obra de Fernando Pessoa e de Machado de Assis. O link traz ainda obras da literatura infantil e a Divina Comédia, ambos em português. Todos para download gratuito.
Neste link, são mais de 1 milhão de livros em inglês para download gratuito. Se você domina o idioma, vale a visita. Ou mesmo que não saiba direito a língua, ler é uma boa forma de praticar sua fluência. Somente de Hamlet, obra de Shakespeare, são mais de 600 edições diferentes à disposição  para escolher – entre elas, está a 1ª edição da obra, publicada em 1825. O site traz um conteúdo histórico e literário notável. Confira aqui.
Desejamos a todos uma boa leitura!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Doença do laptop denominada “laptoptite”, causa dores nos punhos, cotovelos e costas

Untitled 15 Doença do laptop denominada laptoptite, causa dores nos punhos, cotovelos e costas
O uso prolongado dos notebooks tem aumentado os casos de dores e lesões em ligamentos e articulações.
O formato do aparelho dificulta uma boa postura durante a digitação e pode causar problemas nos ombros, cotovelos, punhos e na coluna, além de dor de cabeça.
Preocupado com a popularização dos PCs portáteis entre estudantes norte-americanos, o especialista em reabilitação Kevin Carneiro, da Universidade da Carolina do Norte (EUA), cunhou o termo “laptoptite” em analogia a doenças como a tendinite para designar os problemas causados pelo aparelho.

“A diferença para os desktops é que, no notebook, o monitor e o teclado estão conectados, o que dificulta o posicionamento do corpo”, disse Carneiro à Folha.
No Brasil, a tendência é a mesma. Em 2010, as vendas de notebooks superaram pela primeira vez as de desktops _foram vendidos mais de 7 milhões de computadores portáteis, segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica.
A preferência pelos laptops é impulsionada pela queda nos preços e a facilidade no transporte. Os efeitos já são vistos nas clínicas.
“Recebo muitos pacientes com dores. A maioria dos problemas é de postura. A pessoa deita na cama e quer resolver tudo no laptop: não dá para ficar sem dor”, diz Paulo Randal Pires, presidente do Comitê de Mão da Sbot (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia).
A professora universitária Patrícia Alfredo, 29, já sente o ônus da mudança. Trocou o desktop pelo notebook há seis meses e já convive com dor no pescoço, cotovelo e na cabeça e tensão nos ombros.
“Uso a mesma mesa do desktop e adquiri um suporte. Mas, por mais que eu tente posicionar o computador direito, meu braço nunca fica totalmente correto.” Mesmo assim, ela continua usando o notebook. “A tentação é grande, é muito fácil e carrego para todo lado.”
11086306 Doença do laptop denominada laptoptite, causa dores nos punhos, cotovelos e costas
MENOS TEMPO
Um estudo publicado em fevereiro na revista “Ergonomics” por pesquisadores da Boston University Sargent College, nos EUA, mostrou que usar o notebook por mais de quatro horas por dia já traz riscos de dores e lesões.
“O ideal seria usar esse tipo de computador só para emergências e viagens”, diz Raquel Casarotto, professora de fisioterapia da Faculdade de Medicina da USP.
A pesquisa também avaliou o impacto do uso de cadeiras adequadas, suporte e teclado sem fio na redução de dores de 88 universitários durante três meses. O grupo que usou os acessórios apresentou menos problemas.
Como o monitor do notebook é fixo, não dá para deixá-lo na altura ideal sem a ajuda dos acessórios. No improviso, o usuário força o pescoço para baixo, tensionando ombros e coluna.
Os punhos também ficam mais tensos, porque é mais difícil apoiá-los no laptop. A posição errada altera a circulação sanguínea e afeta a nutrição dos tecidos, o que pode causar inflamações.
O ideal é acoplar um teclado ao aparelho, para melhorar a posição das mãos, e usar um suporte para elevar a tela à altura dos olhos.
notebook postura Doença do laptop denominada laptoptite, causa dores nos punhos, cotovelos e costasA altura das teclas deve permitir que os ombros fiquem relaxados _por isso, o notebook não deve ser usado no colo, na cama ou em mesas altas, como as de jantar.
Quanto menor o aparelho, maiores são os riscos. Teclas pequenas obrigam o usuário a adotar uma postura restrita, comprimindo músculos e gerando tensão em todo o corpo.
“Um amigo se encantou com um notebook superpequeno, do Japão. Em três semanas de uso, desenvolveu uma inflamação dos tendões do cotovelo”, diz Casarotto.
Atenção também aos tablets, que devem ficar apoiados em mesas. Segurá-los causa dores nos punhos e nos dedos. Mesmo na mesa, o pescoço fica curvado para baixo, piorando a postura.
“Ler no tablet não traz riscos, também não é proibido digitar rapidamente. Mas usá-lo sempre para navegação trará problemas, porque o aparelho precisaria ser colocado na vertical, o que é inviável”, diz Casarotto.
A prática de atividades física também ajudam a prevenir e corrigir situações onde a musculatura e articulações devem estar fortalecidas e alongadas para suportar a posição, por isso empresas acrescentam em seus turnos trabalhos de Ginástica Laboral, para ser um facilitador nesta atividade. Mas neste caso, se sua postura durante a utilização de seu notebook estiver errada, não vai adiantar nada seu fortalecimento e flexibilidade.
Fonte: folha.uol.com.br

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (7) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (9) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)