Frases soltas por aí... no mundo!!

Mostrando postagens com marcador Jesus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jesus. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 27 de maio de 2013

DIA DE CORPUS CHRISTI - SIGNIFICADO


Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo) é uma festa cristã. 

É um evento baseado em tradições católicas. É realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma "Festa de Guarda", isto é, para os católicos, é obrigatório participar da Santa Missa neste dia, na forma estabelecida pela conferência episcopal do país respectivo.

A procissão pelas vias públicas, quando é feita, atende a uma recomendação do Código de Direito Canônico (cânone 944) que determina ao bispo diocesano que a providencie, onde for possível, "para testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com a Santíssima Eucaristia, principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo." É recomendado que, nestas datas, a não ser por causa grave e urgente, não se ausente da diocese o bispo (cânone 395).


Corpus Christi é feriado nacional no Brasil desde 1961. São celebradas missas festivas e as ruas são enfeitadas para a passagem da procissão onde é conduzido geralmente pelo Bispo, ou no caso de não haver, o pároco da Igreja, o Santíssimo Sacramento que é acompanhada por multidões de fiéis em cada cidade brasileira.


A tradição de enfeitar as ruas começou pela cidade de Ouro Preto em Minas Gerais. A procissão pelas vias públicas, é uma recomendação do Código de Direito Canônico que determina ao Bispo Diocesano que tome as providências para que ocorra toda a celebração, para testemunhar a adoração e veneração para com a Santíssima Eucaristia.

A procissão de Corpus Christi lembra a caminhada do povo de Deus, peregrino, em busca da Terra Prometida. O Antigo Testamento diz que o povo peregrino foi alimentado com maná, no deserto. Com a instituição da eucaristia o povo é alimentado com o próprio corpo de Cristo.

História

Procissão de Corpus Christi
A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao século XIII. A Igreja Católica sentiu necessidade de realçar a presença real do "Cristo todo" no pão consagrado. A Festa de Corpus Christi foi instituída pelo Papa Urbano IV com a bula Transiturus de hoc mundo de 11 de agosto de 1264, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade, que acontece no domingo depois de Pentecostes.
O papa Urbano IV, na época o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liège, na Bélgica, recebeu o segredo das visões da freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon, que teve visões de Cristo demonstrando desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.
Por solicitação do papa Urbano IV, que, na época, governava a Igreja, os objetos milagrosos foram para Orviedo em grande procissão, sendo recebidos solenemente por sua santidade e levados para a Catedral de Santa Prisca. Esta foi a primeira procissão do Corporal Eucarístico. A 11 de agosto de 1264, o papa lançou de Orviedo para o mundo católico através da bula Transiturus de hoc mundo o preceito de uma festa com extraordinária solenidade em honra do Corpo do Senhor.
A festa de Corpus Christi foi decretada em 1269.
O decreto de Urbano IV teve pouca repercussão, porque o papa morreu em seguida. Mas se propagou por algumas igrejas, como na diocese de Colônia, na Alemanha, onde Corpus Christi é celebrada desde antes de 1270. A procissão surgiu em Colônia e difundiu-se primeiro na Alemanha, depois na França e na Itália. Em Roma, é encontrada desde 1350.
A Eucaristia é um dos sete sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse: "Este é o meu corpo... isto é o meu sangue... fazei isto em memória de mim". Segundo Santo Agostinho, é um memorial de imenso benefício para os fiéis, deixado nas formas visíveis do pão e do vinho. Porque a Eucaristia foi celebrada pela primeira vez na Quinta-Feira Santa, Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira após o vinho sangue de Jesus Cristo, em toda Santa Missa, mesmo que esta transformação da matéria não seja visível.
Corpus Christi é celebrado 60 dias após a Páscoa, podendo cair, assim, entre as datas de 21 de maio e 24 de junho.

A Festa no Brasil


Em muitas cidades portuguesas e brasileiras, é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes de colorido vivo e desenhos de inspiração religiosa. Esta festividade de longa data se constitui uma tradição no Brasil, principalmente nas "cidades históricas", que se revestem de práticas antigas e tradicionais e que são embelezadas com decorações de acordo com costumes locais.
Em Pirenópolis, em Goiás, no Brasil, é uma tradição os tapetes de serragem colorida e flores do cerrado, cobrindo as ruas por onde passa a procissão de Corpus Christi. Também enfeitam-se cinco altares para a adoração do Santíssimo Sacramento e execução do cântico latino Tamtum Ergo Sacramentum. Esta procissão é acompanhada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento e pela Orquestra e Coral Nossa Senhora do Rosário. É neste dia que o Imperador do Divino recebe a coroa para a realização da Festa do Divino de Pirenópolis, do ano seguinte.
Em Castelo, no estado do Espírito Santo, no Brasil, as ruas são decoradas com enormes tapetes coloridos formados por flores, serragem colorida e grãos.
O município de Matão, em São Paulo, no Brasil, é famoso por seus tapetes coloridos feitos de vidro moído, dolomitas, serragem e flores que formam uma cruz que se estende por 12 quarteirões no centro da cidade onde passa a procissão da eucaristia, um espetáculo que reúne fé, tradição, arte e beleza. No ano de 2011, Matão realizou a 63ª edição do Corpus Christi, onde mais de 70 toneladas de materiais foram usados para compor os desenhos. A expectativa dos organizadores é que o evento atrairia um público total de 80 mil pessoas. A praça de alimentação do evento fica por conta das entidades filantrópicas da cidade.
A cidade de Mariana, em Minas Gerais, no Brasil, comemora a festa de Corpus Christ'i' enfeitando as ruas com tapetes de serragem e pinturas.
As cidades paulistas de Jaguariúna, Monte Mor, Santo André, Santana de Parnaíba, São Joaquim da Barra, além da baiana Jacobina, também seguem o mesmo estilo, as ruas ao redor da matriz são enfeitadas com serragem, raspa de couro, areias coloridas - tudo o que a criatividade proporciona para este dia santo.
Em Caieiras, a juventude da cidade promove, com sua criatividade, tapetes que se estendem no trajeto da procissão deste solene dia, desde a Igreja Matriz de Santo Antônio até a Igreja de São Francisco de Assis, num trabalho que dura doze horas e que é coroado com a procissão luminosa em torno ao Santíssimo Sacramento.
Em Porto Ferreira, a festa tem como finalidade a partilha, em comunhão com as três paróquias da cidade. Arrecadam-se alimentos que integram os enfeites nas ruas por onde o Santíssimo Sacramento passa e, após a solenidade, são doados a famílias que são assistidas por pastorais, como a Pastoral da Criança e Pastoral da Saúde. Esta iniciativa é realizada desde 2008.
Em Borborema, em São Paulo, no Brasil, as ruas são decoradas com enxovais, bordados e artesanatos, produzidos pelas mais de 50 lojas e fábricas da cidade. Após a procissão, tudo é vendido e a renda revertida ao Lar de Idosos São Sebastião.

Em Portugal


Em todas as 20 dioceses de Portugal, fazem-se solenes procissões a partir da igreja catedral, tal como em muitas outras localidades, que são muito concorridas. Estas procissões atingem o seu esplendor máximo em Braga, Porto e Lisboa.
Ordenada por dom Dinis, a festa do Corpus Christi começou a ser celebrada em 1282, embora haja referências à sua comemoração desde os tempos de dom Afonso III. Em Portugal, a festa de longa tradição era antigamente celebrada com danças, folias, e procissões em que o sagrado e o profano se misturavam. Representantes de várias profissões, carros alegóricos, diabos, a serpe, a coca, gigantones, ao som de gaitas de foles e outros instrumentos, desfilavam pelas ruas. Das danças dos ofícios, em Penafiel, ainda se celebram o baile dos ferreiros, o baile dos pedreiros e o baile das floreiras.
Esta celebração tem uma conotação muito forte no Minho, particularmente em Monção e em Ponte de Lima.
Em Ponte de Lima, a tradição d´O Corpo de Deus perdura já há vários séculos.
O Corpo de Deus é celebrado no 60º dia após a Páscoa, ou mais correctamente na Quinta-feira que se segue ao Domingo da Santíssima Trindade (que, por sua vez, é o primeiro Domingo a seguir ao Pentecostes) seguindo a norma canónica. A diferença prende-se no facto de, no dia posterior ao feriado nacional, se realizar uma celebração, própria e exclusiva da vila, tendo sido decretado desde 1977, feriado para todos os Limianos.
As celebrações do Corpo de Deus realizam-se durante todo o dia, sendo os Limianos presenteados com uma procissão da parte da manhã e outra da parte da tarde em volta da vila e uma missa para todos os habitantes do Concelho no próprio dia, sempre ao meio-dia, na Igreja Matriz.
Em Braga, é também tradição, desde 1923, a presença maciça de Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português, pois foi nessa procissão que os mesmos se apresentaram em público naquele ano.

Tapetes 


Os tapetes de rua são uma tradição e manifestação artística popular realizada por fiéis da Igreja Católica, confeccionados para a passagem da procissão de Corpus Christi.
A tradição da confecção do tapete surgiu em Portugal e veio para o Brasil com os colonizadores. Os desenhos utilizados são variados, mas enfocam principalmente o tema Eucaristia. No Brasil essa tradição está sendo ampliada, atingindo inclusive comunidades, bairros e até Colégios (um exemplo é o Colégio Virgo Potens, em Guarulhos-SP, que desde 2009 realiza a confecção junto a materiais diversos e também foco na Sustentabilidade).
Para confeccionar os tapetes são utilizados diversos tipos de materiais, tais como serragem colorida, borra de café, farinha, areia, flores e outros acessórios.

segunda-feira, 4 de março de 2013

O significado da Páscoa



Do hebreu Peseach, Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade. É a maior festa do cristianismo e, naturalmente, de todos os cristãos, pois nela se comemora a Passagem de Cristo - "deste mundo para o Pai", da "morte para a vida", das "trevas para a luz".

Considerada, essencialmente, a Festa da Libertação, a Páscoa é uma das festas móveis do nosso calendário, vinda logo após a Quaresma e culminando na Vigília Pascal.


Entre os seus símbolos encontram-se:



O Ovo de Páscoa
A existência da vida está intimamente ligada ao ovo, que simboliza o nascimento.



O Coelhinho da Páscoa
Por serem animais com capacidade de gerar grandes ninhadas, sua imagem simboliza a capacidade da Igreja de produzir novos discípulos constantemente.




A Cruz da Ressurreição
Traduz, ao mesmo tempo, sofrimento e ressurreição.


O Cordeiro
Simboliza Cristo, que é o cordeiro de Deus, e se sacrificou em favor de todo o rebanho.


O Pão e o Vinho
Na ceia do senhor, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Representando o seu corpo e sangue, eles são dados aos seus discípulos, para celebrar a vida eterna.


O Círio
É a grande vela que se acende na Aleluia. Quer dizer: "Cristo, a luz dos povos". Alfa e Ômega nela gravadas querem dizer: "Deus é o princípio e o fim de tudo".

A Páscoa no mundo

Na China
O "Ching-Ming" é uma festividade que ocorre na mesma época da Páscoa, onde são visitados os túmulos dos ancestrais e feitas oferendas, em forma de refeições e doces, para deixá-los satisfeitos com os seus descendentes.


Na Europa
As origens da Páscoa remontam a bem longe, aos antigos rituais pagãos do início da primavera (que no Hemisfério Norte inicia em março). Nestes lugares, as tradições de Páscoa incluem a decoração de ovos cozidos e as brincadeiras com os ovos de Páscoa como, por exemplo, rolá-los ladeira abaixo, onde será vencedor aquele ovo que rolar mais longe sem quebrar.

Nos países da Europa Oriental, como Ucrânia, Estônia, Lituânia e Rússia, a tradição mais forte é a decoração de ovos com os quais serão presenteados amigos e parentes. A tradição diz que, se as crianças forem bem comportadas na noite anterior ao domingo de Páscoa e deixarem um boné de tecido num lugar escondido, o coelho deixará doces e ovos coloridos nesses "ninhos".


Nos Estados Unidos
A brincadeira mais tradicional ainda é a "caça ao ovo", onde ovos de chocolate são escondidos pelo quintal ou pela casa para serem descobertos pelas crianças na manhã de Páscoa. Em algumas cidades a "caça ao ovo" é um evento da comunidade e é usada uma praça pública para esconder os ovinhos.


No Brasil e América Latina
O mais comum é as crianças montarem seus próprios ninhos de Páscoa, sejam de vime, madeira ou papelão, e enchê-los de palha ou papel picado. Os ninhos são deixados para o coelhinho colocar doces e ovinhos na madrugada de Páscoa. A "caça ao ovo" ou "caça ao cestinho" também é utilizada. 


Data da Páscoa nos próximos anos
  • 2013 - 31 de março
  • 2014 - 20 de abril
  • 2015 - 05 de abril
  • 2016 - 27 de março
  • 2017 - 16 de abril
  • 2018 - 01 de abril
  • 2019 - 21 de abril
  • 2020 - 12 de abril
  • 2021 - 04 de abril
  • 2022 - 17 de abril
  • 2023 - 09 de abril
  • 2024 - 31 de março   

Como calcular a data da Páscoa

Para calcular a data da Páscoa para qualquer ano no calendário Gregoriano (o calendário civil no Brasil), usa-se a seguinte fórmula, com todas as variáveis inteiras, com os resíduos das divisões ignorados. Usa-se a para ano, m para mês, e d para dia. O sinal * significa multiplicação.

c = a/100
n = a - 19*(a/19)
k = (c - 17)/25
i = c - c/4 - (c-k)/3 +19*n + 15
i = i - 30*(i/30)
i = i - (i/28)*(1-(i/28)*(29/(i+1))*((21-n)/11))
j = a + a/4 + i + 2 -c + c/4
j = j - 7*(j/7)
l = i - j
m = 3 + (l+40)/44
d = l + 28 - 31*(m/4)

Por exemplo, para o ano de 2000,

a=2000
c=2000/100=20
n=2000-19×(2000/19)=2000-19×105=5
k=(20-17)/25=0
i=20-(20/4)-[(20-0)/3]+(19×5)+15=20-5-6+95+15=119
i=119-30×(119/30)=119-(30×3)=29
i=29-{(29/28)×[1-(29/28)]×(29/30)×[(21-5)/11]}=29-{1×0×0×1}=29
j=2000+500+29+2-20+5=2516
j=2516-[7×(2516/7)]=2516-[7×359]=3
l=29-3=26
m=3+[(26+40)/44]=3+1=4
d=26+28-(31×1)=23

com a páscoa em 23 de abril de 2000.


Este algoritmo é de J.-M.Oudin (1940) e impresso no Explanatory Supplement to the Astronomical Almanac, ed. P.K. Seidelmann (1992).

domingo, 26 de julho de 2009

Eu te Amo!


Eu Te Amo!


Com o tempo em que venho praticando o Ho'oponopono ficou natural, diante de qualquer situação, falar imediatamente as frases... Sinto muito! Me perdoe! Te Amo! Sou grata!
Todas esta frases... ou somente "Eu Te Amo"! Sem precisar fazer o pedido, porque dentro de mim, esse caminho já ficou conhecido e automaticamente já assumo 100% de responsabilidade, sabendo que aquilo que aparece fora é só uma memória equivocada sendo repetida e que o caminho até a Divindade se dá pela criança interior.
Acredito tratar-se de uma transição natural que acontece com todo mundo durante o processo. Claro que não tem nenhuma regra fixa e às vezes faço o pedido... o importante é que funciona. Sempre funcionou desde o inicio...

Estava lendo o livro "Limite Zero" de Joe Vitale e do Dr. Len, que já está disponível em português, e eu estava bem na parte em que o Dr. Len explica:
"Os problemas são memórias que estão sendo reencenadas... As memórias são programas. Elas não são apenas suas. São compartilhadas. A maneira de liberar a memória é enviando Amor para a Divindade. Esta escuta e responde, mas da maneira que é melhor para todos, no momento certo para vocês. Vocês escolhem, mas não decidem. Quem decide é a Divindade".

Então resolvi experimentar, por alguns dias, a Amar tudo, enviando Amor para a Divindade... para todos que cruzassem meu caminho... em qualquer situação e falando o dia inteiro "Eu Te Amo!" para a Divindade.

Fiz isso... e a princípio, como muitas pessoas falam no livro, a frase pode parecer vazia de sentimento, mas aos poucos nosso coração vai se aquecendo e começamos a sentir mais esse amor fluindo.
No segundo dia dessa prática, tive que ir renovar meu passaporte e quando passava por uma rua muito movimentada... uma moto me assustou ao passar bem próxima ao meu carro, bem do meu lado... mas imediatamente pensei Eu te Amo!
Vi que isso dissolveu qualquer medo ou julgamento que antes eu poderia ter tido diante da mesma situação.
E assim continuei durante todo o percurso. Quando cheguei no local escolhi uma cadeira na última fileira e na mesma hora percebi que uma mulher virou a cabeça e me olhou... Continuava falando Eu te Amo! E enviando Amor...
A mulher continuava me olhando insistentemente, mas... Eu Te Amo! Eu te Amo! Eu te Amo... foi o bastante para dissolver qualquer incomodo ou julgamento que pudesse vir daquela situação.
Ela me olhando não era bom nem ruim e percebi que podia amar aquela mulher assim como ela era...

Como estava perto da porta, começou um vento frio nas minhas costas... e imediatamente enviei Amor, sempre falando "Eu Te Amo!" para a Divindade...
Antes eu procuraria uma outra cadeira porque tinha uma crença que o "vento nas costas me faz ficar resfriada"... Continuei ali e passei até a gostar da sensação gerada por aquele vento. E depois constatei que não fiquei resfriada e nem com o nariz entupido.

Na volta para casa, enquanto passava por um local de muitos prédios e super movimentado me surpreendi quando, naturalmente, meu rosto se voltou para a direita e meus olhos pararam em uma roseira com lindas rosas cor de rosa. Nunca esperei que ali entre tantos prédios comerciais, uma casinha pequena e simpática ainda pudesse sobreviver e ter no seu jardim rosas tão lindas.
Mais a frente virei para o outro lado da rua e olhei direto para um lindo arco-íris estampado em um cartaz...
Continuei dirigindo e falando "Eu Te Amo!" e fui percebendo como meu olhar só era atraído por coisas que me tocavam o coração... uma borboleta laranja... uma arvorezinha muito encantada!
Comecei a observar para onde meu olhar era guiado e a me surpreender cada vez mais ao perceber que sempre ali existira algo que me fazia sentir bem...

Na ida encontrei situações às quais antes reagiria automaticamente com medo ou algum julgamento equivocado... e pude constatar como... quando falamos "Eu te Amo!" como primeira coisa diante de qualquer situação, isso nos afasta de uma reação baseada em memórias repetidas. Se persistirmos enviando Amor, fica bem fácil identificarmos que ali está uma pessoa que compartilha memórias equivocadas conosco e que o "Eu te Amo!" faz a limpeza... e o que poderia se transformar em um problema se dissolve naturalmente.

Veio-me à cabeça o mandamento de Jesus: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei".
Ele nos Amou como a Divindade ama... Quando o Ho'oponopono nos ensina a falar "Eu Te Amo!" para a Divindade, entendo que estamos falando "Eu te Amo" para Todos, porque nesse nível não existe separação.
Mas não importa o entendimento em nível racional e sim a mudança que ocorre nas nossas vidas e a certeza que a Divindade passa a nos inspirar.

Eu Te Amo!

Rubia A. Dantés

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (7) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (9) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)