Frases soltas por aí... no mundo!!

Mostrando postagens com marcador Kaká Werá. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Kaká Werá. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Rituais de Primavera - Vivência & Puxirum (mutirão) em Instituto Arapoty



Hora
01 de outubro de 2011 (sábado) às 08:00 - 02 de outubro de 2011 (domingo) às 16:00

Localização
Instituto Arapoty
Estrada dos Alves, nº· 407
Itapecerica da Serra, Brazil

Criado por

Mais informações
dia 01 - Ritual Arapoty - Renascimento
dia 02 - Ritual de Prosperidade.

Vivência & Puxirum (mutirão) - refazimento / conclusão da Opÿ (casa de rezas) e vivência. Encontro será entre às 08h00 e 09h00, no Centro de Convivência, Rua Victor Manzini, nº· 20 – Itapecerica da Serra – SP – CEP.: 06.850-030, fone: 11 41654499

Após esse horário, quem for ajudar, deverá ir diretamente para o local do mutirão e da vivência: Estrada dos Alves, nº· 407 - Itapecerica da Serra/SP.

Valor sugerido por pessoa para a Vivência repassado ao Instituto é de R$ 150,00

OBS: Mutirão (termo de origem tupi de etimologia obscura) é o nome dado no Brasil a mobilizações coletivas para lograr um fim, baseando-se na ajuda mútua prestada gratuitamente. É uma expressão usada originalmente para o trabalho no campo ou na construção civil de casas populares, em que todos são beneficiários e, concomitantemente, prestam auxílio, num sistema de rodízio e sem hierarquia.

terça-feira, 21 de julho de 2009

A mulher e a onça-rei




A mulher que casou com Iauaretê 

Autor: Kaka Werá Jecupé

A Cia. Duberrô interpreta essa história do livro “As Fabulosas Fábulas de Iauaretê” do escritor indígena Kaka Werá Jecupé. Esse trabalho tem como objetivo divulgar valores presentes na cultura indígena brasileira interpretando contos que revelam a cosmo visão e o imaginário dos povos mais antigos do Brasil. O grupo sugere que essa intervenção lúdica seja realizada complementando palestra do autor e lançamento de seu livro editado em 2007 pela Editora Peirópolis. O autor é conferencista, tendo divulgado a cultura indígena em todo mundo e fundou o Instituto Arapoty (saiba mais sobre o currículo do autor e a atuação do instituto no blog www.kakawera.blogspot.com)
Resumo da História:
“Pois bem, havia uma aldeia que toda lua cheia fazia uma grande festa para a onça. Era uma festa com muita dança, muitos frutos e muito peixe! Todos cantavam até quase amanhecer Era uma festa tão boa que o Onça Rei ficava de butuca, bem longe, olhando e admirando, toda vez que a lua aparecia com seu esplendor dourado na noite. Um dia ele quis participar da festa e pediu á Tupã que o transformasse em um guerreiro da tribo. Tupã consentiu mas com uma condição: que ele seria gente somente até o sol raiar, e que uma vez transformado, não poderia se destransformar ...”
Este conto narra o momento em que Iauretê, a onça Rei, se apaixona por Kamakuã uma índia muito linda durante a noite de lua cheia, após um longo período de namoro somente até o dia raiar, Kamakuã prende seu namorado no mastro da oca e no momento em que ele vai se retirar para voltar a ser onça junto com os primeiros raios de sol, ele não consegue fugir e transforma-se em onça em frente a sua amada. Kamakuã então resolve virar onça, com a ajuda do pajé, para que eles possam se casar, a história se desenrola a partir daí.
Nas belas palavras do escritor Kaká Werá o conto nos apresenta de forma lúdica e envolvente ensinamentos profundos a respeito do relacionamento humano, da importância de aceitar e valorizar a própria identidade e auto-estima.
As fabulosas fábulas de Iauaretê
il. Sawara - Peirópolis, 2007 88 pp

sexta-feira, 20 de março de 2009

Palavras de Kaká Werá


Abra cada palavra.

Abra cada palavra e veja: ela é viva.
Abra cada palavra e sinta: ela possui corpo.
Abra cada palavra e ouça: ela vibra um destino.
Abra cada palavra e pronuncie: ela é um espírito em ação.
Abra cada palavra e perceba: ela carrega um intento.

Sobre Ancestralidade
Somos uma continuação de nossas raízes, somos o tronco, deixaremos frutos, que serão novas raízes e novos troncos e futuros frutos.
Assim como a Mãe Terra sustenta árvores, seres e todas as formas que vemos; o Grande Sol sustenta nosso espírito. A grande Lua sustenta nossa alma. Os nossos pais sustentaram nossa manifestação no mundo material. Nossos corpos trazem a memória deles. Também nossos avós e os avós de nossos avós iniciaram a nossa atual existência.
Devemos honrar este vínculo, este círculo, este sopro contínuo.
Honrar é agradecer.
Agradecer é fortalecer as raízes e libertar a essência amorosa que as iniciou, reconhecendo a fonte divina de onde tudo vem, tudo vai, em virtuoso círculo.

Kaká Werá Jecupé é índio de origem tapuia, escritor, ambientalista, conferencista; fundador do Instituto Arapoty, organização voltada para a difusão dos valores sagrados e éticos da cultura indígena. É empreendedor social da rede Ashoka de Empreendedores Sociais e conselheiro da Bovespa Social&Ambiental. Desde 1998, leciona na Fundação Peirópolis e na UNIPAZ (Universidade da Paz). Tem como missão ajudar na construção e no desenvolvimento de uma cultura de paz pela promoção do respeito à diversidade cultural e ecológica. Já viajou e palestrou em diversos países, entre eles: Inglaterra, Estados Unidos, Israel, Índia, Escócia, México e França, sempre procurando levar mensagens da sabedoria dos povos ancestrais do Brasil. Pela Editora Peirópolis já publicou Tupã Tenondé e A terra dos mil povos - História indígena do Brasil contada por um índio.

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (7) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (9) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)