Frases soltas por aí... no mundo!!

Vídeos legais

Loading...
Mostrando postagens com marcador mágoa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mágoa. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 30 de junho de 2017

AS 12 SEMENTES MAIS NOCIVAS

Sabe quais são as 12 sementes mais nocivas??


1ª) MEDO – Do ‪amanhã, dos problemas, dos desafios, da vida, das pessoas, do mal, de voltar à pratica das velhas coisas, da velha vida… o medo tem o poder de paralisar a vítima e, consequentemente, a sua vida também.



2ª) MÁGOAS  – Não quer perdoar quem te decepcionou, magoou, se acha no direito de nutrir essa mágoa no coração contra alguém ou até contra si mesmo. Guardar mágoas contra alguém é como tomar veneno e esperar que o inimigo morra. Não é inteligente, de forma alguma!



3ª) MAUS OLHOS  – Vê tudo com maus olhos, só olha para o lado negativo de si mesmo, das pessoas e das circunstâncias. Todos os maliciosos se tornam pessoas pessimistas, negativas e isoladas.



4ª) ACOMODAÇÃO  – Quer que coisas diferentes aconteçam sem fazer por onde… e o pior, deixa de fazer hoje o que está ao seu alcance. Consequentemente, quando chega o dia seguinte, nada de diferente acontece.



5ª) ORGULHO  – Não reconhece os seus erros, não está apto para ouvir, aprender, se acha o todo poderoso, autossuficiente, é arrogante. Quem pensa que sabe tudo, pode tudo, são os que no fundo não sabem e não podem nada.



6ª) REBELIÃO  – É algo devastador e a sua repercussão é extensa, de tal modo que é dos mais graves pecados cometidos até a data. Não encare a rebeldia de ânimo leve, pois ela é, nada mais, nada menos, que a desobediência direta a Deus! É a pessoa opor-se a Ele quanto à Sua Palavra, Direção, rejeitando a quem Ele constitui como o Seu porta-voz, Seu Mandamento ou um Pedido de Deus, equiparando-se ao próprio diabo. Todo rebelde é desobediente e mentiroso.



7ª) DESEJO DE VINGANÇA  – Quer que outros paguem pelo que lhe fizeram de mal ou deixaram de fazer de bem. Todo vingativo é amargurado, mas ninguém tem o direito de se vingar, pois ninguém é perfeito.



8ª) DÚVIDAS  – De si mesmo, das pessoas e de Deus, dos seus objetivos e sonhos. A dúvida tem sido o maior destruidor na História da Humanidade. Tudo se constrói crendo e tudo se destrói duvidando.



9ª) INVEJA  – Dos outros… Fica se comparando com os outros, tem baixa autoestima. Quem se compara com os outros é porque, infelizmente, não se valoriza, na realidade, não crê nos seus talentos e capacidades.



10ª) CONDENAÇÃO  – Pessoal ou de outros… Se condenar ou condenar alguém é o mesmo que lançar o seu presente, futuro e eternidade na escuridão de uma prisão.



11ª) HIPOCRISIA  – Buscando apenas a satisfação dos seus próprios interesses, fazendo tudo o que for necessário para isso… pois, quando você dá mau testemunho, não obedece, não pratica, não é justo e não prioriza a Deus sobre todas as coisas, você está vivendo uma vida hipócrita, de mentira.



12ª) INGRATIDÃO  – Com o Ser Divino, com os outros e consigo mesmo(a). Esta falta de reconhecimento do bem que lhe fizeram ou da ajuda que lhe foi concedida fará com que você também venha a ser alvo deste mesmo tipo de tratamento, gerando mais ingratidão através da sua.


Aqui está o porquê de essas sementes terem de ser arrancadas, pois as mesmas não foram plantadas pelo Espírito de Deus. E você que tem uma destas sementes, as arranque de dentro de si agora mesmo.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Cinco maiores arrependimentos antes de morrer

A especialista do Hospital Einstein comenta os cinco maiores arrependimentos que as pessoas têm antes de morrer.


Post from https://menteseficientes.jux.com/799394 / Hospital Albert Einstein

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Mágoa



 A palavra, que tem origem no latim macula, representa um sentimento de desgosto, pesar, sensação de amargura, tristeza, ressentimento.

É um descontentamento que, embora frequentemente brando, pode deixar resquícios que podem durar um bom tempo. Por vezes é possível percebê-lo no semblante, nas palavras e nos gestos de uma pessoa.

Poderíamos dizer que a mágoa é uma forma de suicídio. Viver amargurado, nostálgico pelo o que foi e não é mais. Pelo o que foi e deixou feridas profundas. Um suicídio postergado que vai matando aos poucos, nos envolve de tal forma que não conseguimos mais raciocinar de forma clara a respeito que quem nos magoou, além de gerar medo ou receio de ter novas experiências e relação. Impede o sorriso abundante, que poderia trazer o gosto bom de viver. Impede a confiança no outro.

A mágoa é um sentimento aparentemente insignificante, porém deixa marcas gigantescas em nossa dinâmica interna. Não é uma doença, é apenas um sentimento gerado por formas específicas de pensar. Raciocinar de tal forma que o leve a crer, que aquilo que o outro fez está errado, que não deveria ter feito, que deveria ser mais sensível, pensar mais, que deveria saber o que estava fazendo, que deveria... Todavia, não foi o que aconteceu. O outro tomou atitudes que lhe mostraram uma realidade que desconhecia, inesperada. E o que fazer quando a realidade nua e crua, se apresenta em nossa porta e bate até que abramos? Não bata a porta em sua cara, receba-a como um amigo para uma conversa.

Devemos extrair o máximo de proveito, o máximo de aprendizagens e pensares lúcidos, devemos nos tornar amigos, assim será mais fácil para lidar com a realidade.

Aceitar esse real não significa deixar-se ser dominado. Que o seu sentimento de raiva ou ódio tornem-se num rançoso sentimento de mágoa. Não. O outro apenas lhe mostrou uma realidade. Por sua vez agora, deve analisar o que está sendo mostrado e tirar suas próprias conclusões. Depois se faz necessário que mostres a sua escolha, frente ao que foi apresentado. Não se trata aqui de vingança, mas sim de limites. O outro vai até onde permitimos que vá. O outro entra em nossa vida pelas portas que abrimos, o outro faz conosco aquilo que permitimos que faça. Podes escolher trancar algumas portas, porque não! Podes distanciar-se, podes continuar com reservas. Podes voltar a confiar. Cada um pode fazer a própria escolha consciente, analisando as circunstâncias sem precisar alimentar em si, a mágoa.

Na medida em que nos relacionamos com as pessoas, vamos apreendendo e identificando o terreno de cada um. Percebendo onde podemos pisar ou não. Não é interessante magoar nem ser magoado. No momento em que existe um conhecimento mútuo, é importante que se crie um respeito mútuo, pautado no conhecimento que cada um tem do outro. Se houverem deslizes, deve-se fazer os questionamentos necessários à elucidação do fato. Deve-se se perguntar o que pode ser relevado, absolvido ou mesmo condenado.

Já que a mágoa é um sentimento gerado por uma forma específica de pensar em relação ao outro, para que ela não se forme, precisamos pensar diferente do modelo padrão causador da mágoa. Pensarmos de tal forma que possamos ter lucidez e entendimento com relação aos fatos. Assim, evitamos esse corrosivo sentimento, nos sentiremos mais leves, acabaremos por compreender mais o outro e a nós mesmos.

Extraído do Artigo publicado na Revista Psicologia Brasil de Nº 16 - Dezembro de 2004.


quinta-feira, 12 de abril de 2012

Adeus, tristeza!



Não adianta, quando a tristeza bate não há chocolate, festa ou programa com os amigos que dê jeito. A única coisa que pode fazer você se recuperar de uma grande decepção é estar com a cabeça no lugar, refletir e pensar muito sobre as coisas que aconteceram para você ficar assim. Depois de sentida a mágoa, só o tempo pode curar.

São muitas as coisas que podem nos deixar assim, tristes e magoados, desde uma briga familiar, término de relacionamento, desentendimento com um amigo ou mesmo insatisfação com fatos da vida, com as conquistas que deixamos para trás ou que paramos de lutar. O que sabemos é que não dá para viver a vida toda assim, levando as mágoas adiante, cultivando aquele sofrimento e sentimento depressivo que nos faz tão mal. 



É claro que não se pode ignorar os sentimentos, principalmente quando eles são ruins e nos fazem perder as forças, mas é preciso seguir em frente, levantar a cabeça e pensar no futuro, nas suas obrigações e nas pessoas que te adoram, além de quem lhe fez mal.

Permita-se um tempo de recolhimento e tristeza, isso nos faz pensar, repensar, refletir e pesar todas as coisas na nossa vida. Mas não prolongue esse processo, pois chega um momento que refletir demais passa de sadio para doentio. Você precisa colocar as ideias no lugar, pensar no motivo que deixou você assim e, caso seja uma situação de perdão, decidir se a pessoa que causou essa mágoa merece ou não uma segunda chance.


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

O Pecado



Temos o livre arbítrio, mas isso não significa que podemos fazer literalmente tudo.


As pessoas antigamente confundiam o “Carpe Diem” que significa “Aproveite o dia”. 


Elas aproveitavam o dia como se não houvesse amanhã, e isso não está errado, desde que o dia seja aproveitado da maneira correta.


Aproveitar o dia, aproveitar a vida, é o que nós devemos fazer, sim, é claro, não vamos viver no meio de tristezas, desilusões, mágoas e coisas piores do que isto, vamos ser felizes. Mas, por que ser feliz? Como eu sou ser feliz ? Como ser feliz? 


O que os dicionários falam sobre pecado?
pecado 

s. m.
1. Transgressão de preceito religioso.
2. Vício.
3. Culpa, falta.

Vamos analisar um por um.
Transgressão de preceito religioso.Ou seja, neste sentido se não se segue religião alguma, não existe pecado, enquanto para muitas tradições, a mínima coisa já seria uma grande transgressão. Cito aqui para ilustrar o Jainismo onde matar um inseto é uma grande pecado, e seus seguidores gastam uma energia e tempo considerável tentando não infringi-lo, ao ponto de só caminhar após varrer o chão a sua frente para garantir que nenhum inseto seja involuntariamente pisoteado. 
  
Vício.
Será que o vício em si pode ser considerado um pecado? Nisargadatta fumava. Gurdjieff  bebia. Osho era viciado em doces apesar de seu diabetes, Krishnamurti gostava de roupas elegantes, carros de luxo e livros de romances baratos. Quem pode dizer quando algo é um vício ou não? A psicologia moderna tende a aceitar até mesmo praticas sexuais pouco ortodoxas como normais, contanto que não prejudique o desempenho da pessoa em sociedade. Então onde vai fixar-se a régua para poder medir se algo é um vício e se pode ser considerado também como um pecado? O mais inteligente seria a pessoa perceber aquilo que lhe faz mal e abandonar tal ato. Mas aí o que chamamos de vício pode ampliar em muito o seu alcance, poderia também abranger relacionamentos destrutivos, masoquistas, de dependência, projeções, as diversas síndromes e complexos, neuroses e todo o leque de comportamento humanos destrutivos.    

Culpa, falta.
Este é aspecto mais destrutivo do conceito de pecado. A culpa destrói toda a possibilidade de crescimento do ser humano. É tanto uma maneira que a sociedade e tradições usam de controlar o comportamento das massas, como também, depois de introjetado, uma espécie de câncer autogerado que corrói a alma. Ramesh enfatizava bastante este aspecto, se as coisas acontecem como tem que acontecer, se cada um age na melhor das intensões(ainda que com suas convicções próprias), com o entendimento que hoje é possível para aquele corpo/mente, aonde entraria a culpa e de quem ela seria? Se tudo é um Todo pulsante, movido a ação e reação, que em essência são impessoais e que acontecem sem controle, qu
ando tem que acontecer, em quem podemos colocar qualquer culpa? É assim que as coisas são, simplesmente acontecem e estão a todo momento em constante mudança, em movimento, em evolução. Aliás se existe algo constante na natureza este algo seria a mudança!     
 
Resumindo: o pecado no sentido de erro, não pode ser algo ruim. E por que não? Pois é a própria maneira como se dá evolução no mundo dos fenômenos. Você já imaginou quantas formas de vida foram criadas e extintas durante a evolução? O processo da natureza, a maneira com que ela trabalha é a tentativa e erro, com sucessos (virtude) e fracassos (pecado). Ou seja, não existe virtude sem pecado, o fracasso de hoje pode ser a base do sucesso de amanhã! Tudo é relativo, tudo muda e transforma-se. E se existe realmente algum pecado, o único pecado realmente a se levar em conta seria o de tentar fixar-se, de resistir ao movimento, ao fluxo do Viver!

Que tal pensarmos um pouquinho?



Ocorreu um erro neste gadget

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (6) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (8) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)
Ocorreu um erro neste gadget