Frases soltas por aí... no mundo!!

Vídeos legais

Loading...
Mostrando postagens com marcador são Paulo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador são Paulo. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

LENDAS DE SÃO PAULO. MENTIRAS E VERDADES.


São Paulo é cheia de mistérios e lendas

 -É verdade que o Edifício Itália é o prédio mais alto da cidade?
Mentira.O mais alto é o Edifício Mirante do Vale (também conhecido como Palácio Zarzur, na Avenida Prestes Maia), com 170 metros de altura e 50 andares. O Edifício Itália - com 160 metros e 42 andares - continua levando a fama porque foi erguido em terreno mais alto.


- É verdade que existem arranha-céus na cidade sem o 13º andar?
Verdade.Superstição comum nos Estados Unidos, alguns prédios de São Paulo também numeram o 13º andar como 14º. Portanto, o 13º, embora na prática exista, não é identificado como tal. É o caso, por exemplo, do edifício do Banco Safra na Avenida Paulista, de 1988, e da Torre Norte do Centro Empresarial Nações Unidas (foto), inaugurada em 1999 na Marginal Pinheiros. O Novotel Jaraguá, no centro, extinguiu o andar quando foi remodelado, em 2004.

-É verdade que existe jacaré no Rio Tietê?
Mentira.No trecho que passa pela cidade, o rio tem nível de oxigênio perto de zero e índice de visibilidade nulo. Portanto, animais não conseguiriam viver em suas águas. Na década de 80, pelo menos três jacarés foram apreendidos nas margens do rio pelos bombeiros. Acredita-se que os bichos tenham sido abandonados ali por criadores. Garças, frangos-d'água, capivaras e quatis aparecem eventualmente.


-É verdade que os motoristas podem trafegar pelos corredores exclusivos de ônibus nos fins de semana?
Verdade.Das 15h de sábado às 4h de segunda-feira, carros particulares e motos podem circular livremente pelos corredores, respeitada a velocidade máxima de 50 quilômetros por hora.


-É verdade que em São Paulo ainda existem índios morando em aldeias?
Verdade.Há três aldeias dentro da área do município, com um total de 1 034 indios da etnia guarani m'bya: a Jaraguá, no pico homônimo, e a Tenondê Porã e a Krukutu, no distrito de Parelheiros.

-É verdade que há um trator enterrado no gramado do Estádio da Portuguesa, no Canindé?
Mentira.É pura maldade de torcedor - dos times rivais, claro. Reza a lenda que, em 1972, quando os dirigentes da Portuguesa de Desportos terminaram de reconstruir o estádio (de 1956) e erguer arquibancadas de concreto, esqueceram um trator no meio do gramado. Como ficou impossível removê-lo pelas saídas destinadas ao público, decidiram enterrá-lo ali mesmo. Ora, pois, pura mentira!  Mas parece que foi mesmo enterrado uma betoneira!!!


-É verdade que maio é o mês em que mais ocorrem casamentos em São Paulo ?
Mentira.De acordo com o IBGE, o mês que lidera as uniões dos noivos paulistanos é dezembro. O último levantamento, de 2004, revela que maio, o mês das noivas, ficou na sétima colocação, com 4 541 casamentos, contra 6 700 em dezembro. Agosto, com sua má fama, apareceu no fim do ranking (2 822 matrimônios).

-É verdade que o uso de celular em postos de gasolina pode acarretar multa de 530 reais?
Verdade.Até hoje, entretanto, nenhum paulistano foi multado. O valor está previsto em lei municipal, de autoria do vereador Wadih Mutran (poderia ser Mutreta), que proíbe desde 2002 o uso de celulares em postos de gasolina devido ao risco de provocar explosões. "Isso é uma grande bobagem", diz o engenheiro eletrônico Paul Jean Etienne Jeszensky, especialista em telefonia digital da Escola Politécnica da USP. "Você já viu alguém entrar no posto empurrando o carro? O motor em funcionamento produz muito mais faísca do que a bateria do celular."


-É verdade que casais são proibidos de se beijar no bar Léo?
Verdade.Instalado desde 1940 na esquina das ruas Aurora e dos Andradas, no centro, o bar conhecido pela excelência de seu chope só passou a aceitar a entrada de mulheres desacompanhadas nos anos 70. Até hoje, proíbe que casais se beijem em suas dependências. Quando isso acontece, um funcionário vai até a mesa e chama a atenção dos clientes. "Porque começa assim, e, dali a pouco, a mulher já está no colo do rapaz", diz o encarregado da gerência, João Dantas. Agora a Brahma assumiu o controle do Bar do Leo e o chope deixou de ser falsificado e nem ligam mais para os beijinhos!

-É verdade que o distrito de Parelheiros está sobre uma cratera feita pela colisão de um meteorito?
Verdade. Cerca de 35 000 paulistanos moram dentro de um buraco de 3,6 quilômetros de diâmetro e 150 metros de profundidade. Localizada logo ao sul da Represa Billings, no extremo sul da mancha urbana, essa cratera foi criada com o impacto de um meteorito aproximadamente 40 milhões de anos atrás. "É um dos principais patrimônios geológicos do país", diz o geólogo Fábio Resende, que há sete anos faz pesquisas no local. "Ali, ainda existem sedimentos que contêm traços do próprio meteorito."


-É verdade que existe uma mulher que ganha a vida vendendo troco na feira?
Verdade.Uma senhora que se identifica como "Valquíria" passa por volta das 7 da manhã pelas barracas de diversas feiras da cidade oferecendo maços de 97 reais divididos em notas de 1, 2 e 5 reais. Deixa o dinheiro com os feirantes que precisam de troco e volta algum tempo depois para receber 100 reais. Tem, portanto, um lucro de pouco mais de 3% em cada operação. "Consigo dinheiro trocado com cobradores em pontos de ônibus e vendedores ambulantes", conta Valquíria, que não revela o sobrenome por medo de assalto. "Já fui roubada cinco vezes."

-É verdade que existem mais ratos do que pessoas em São Paulo ?
Verdade.Quase quinze vezes mais. De acordo com uma estimativa de 2005 do Centro de Controle de Zoonoses, há na cidade 160 milhões de ratos - e 10,9 milhões de pessoas. O fenômeno existe também em outras metrópoles, embora em proporção menor. Em Nova York, o índice é de sete roedores por habitante; em Londres, de três para um.  Alguns desses ratos paulistas se dedicam a politica!!!


-É verdade que mais de 10 000 pessoas moram na Avenida Paulista?
Verdade.De acordo com a Secretaria Municipal de Habitação, cerca de 12 mil pessoas vivem em seus dezoito edifícios residenciais. Considerada o coração financeiro do país, a avenida conta com 67 prédios comerciais.

-É verdade que o rádio do carro não pega na região da Avenida Paulista por causa da quantidade de antenas ali localizadas?
Em termos.A sintonia de uma estação de rádio depende de dois fatores: potência de transmissão e qualidade do aparelho receptor. "Como a Paulista está cheia de emissoras, as estações menos potentes sofrem muita interferência e são prejudicadas", explica Antonio Fischer de Toledo, engenheiro de telecomunicações da USP. "Os rádios dos carros, que geralmente não são muito bons, nem sempre conseguem separar de modo adequado as freqüências, por causa da proximidade com as antenas." Somente de emissoras de rádio, há oito antenas na avenida.


-É verdade que os cães apreendidos pela carrocinha viram sabão?
Mentira.Acredita-se que tal lenda tenha surgido porque a gordura animal (principalmente de boi) costuma servir de matéria-prima na fabricação de sabão em pedra. "Essa história é ridícula", afirma o biólogo Hildebrando Montenegro, do Centro de Controle de Zoonoses. "Cães nunca foram usados para isso. » " Os cerca de quarenta cães e gatos apreendidos por dia pelas oito carrocinhas paulistanas ficam por três dias úteis à espera do dono. Se não aparecer ninguém para resgatá-lo, o bicho é encaminhado para adoção ou sacrificado (com uma injeção letal). Em seguida, incinerado.

-É verdade que a anã Verônica, uma das atrações do Circo Roda Brasil, é filha do cantor Nelson Ned?
Verdade.Verônica Ned - que não revela a altura, assim como algumas pessoas não contam a idade - integra a equipe do Circo Roda Brasil, em exibição no Memorial da América Latina. Segundo o site do próprio Memorial, ela mede 90 centímetros , ou 22 a menos que seu pai. "Estou realizada porque aqui posso mostrar todo o meu talento", diz a artista, que faz acrobacias, participa de um número de palhaços, dança e canta muito bem. Com 30 anos, ela é a caçula de três filhos, também anões. Nelson Júnior é baterista de uma banda de jazz e Monalisa, fonoaudióloga.


-É verdade que há bichos-preguiça no Jardim da Luz?
Verdade.São quatro - três machos e uma fêmea. "É difícil vê-los porque ficam escondidos no topo das árvores", diz a veterinária Vilma Clarice Geraldi, da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. "Muitas vezes precisamos recorrer a binóculos." Os machos nasceram ali, descendentes de um grupo de preguiças que vive no parque desde o fim do século XVIII. Já a fêmea foi trazida em outubro do ano passado. "Suspeitamos que ela já esteja prenhe." Portanto, quatro bichos-preguica ficam no topo das arvores e outras centenas deles passam horas sentados nos bancos do Jardim da Luz.

-É verdade que São Paulo é a maior cidade japonesa fora do Japão?
Verdade.A população de japoneses e seus descendentes, apenas  na capital, é estimada em 400.000 pessoas, segundo o Ministério de Negócios Estrangeiros do Japão. É a maior colônia nipônica fora do Japão. Atrás vêm as comunidades de Los Angeles e Honolulu (no Havaí), com cerca de 100 000 pessoas cada uma. Uma pesquisa realizada pelo DATAFOLHA em 2010 revelou que 93% dos imigrantes japoneses e seus respectivos descendentes torcem pelo Corinthians.


-É verdade que dá para ver o mar sem sair de São Paulo?
Verdade.Quem enveredar por uma das trilhas do Parque Estadual da Serra do Mar, em Marsilac, no extremo sul do município, a 55 quilômetros da Praça da Sé, pode avistar o mar de Itanhaém. "Dá para ver a olho nu", diz a presidente da Associação de Moradores do Distrito de Marsilac, Maria Lúcia Cirillo. "Se o dia estiver claro, conseguimos observar até os prédios da cidade e algumas embarcações maiores."

-É verdade que os radares fotográficos instalados nos semáforos não multam à noite?
Verdade.São cinquenta equipamentos posicionados nos cruzamentos mais movimentados de São Paulo foram comprados pela prefeitura na década de 90 e não têm flash. Ou seja, só funcionam de dia. A Companhia de Engenharia de Tráfego, no entanto, informa que não há salvo-conduto para quem cruza os semáforos à noite. Se um marronzinho flagrar a infração, o motorista será autuado com uma multa gravíssima (191,54 reais e 7 pontos na carteira de habilitação). Cuidado, o DSV instalou recentemente diversos radares "inteligentes" que, dentre outras coisas,  funcionam a noite.


-É verdade que existem edifícios residenciais em Higienópolis nos quais os elevadores ficam parando em todos os andares do anoitecer da sexta ao anoitecer do sábado?
Verdade.O mecanismo está instalado em elevadores de pelo menos dez prédios da região. Ele serve para que os judeus ortodoxos possam usar os elevadores sem desrespeitar o Shabat - dia considerado sagrado, que vai do pôr-do-sol de sexta ao início da noite de sábado, no qual o mínimo esforço de apertar um botão deve ser evitado. "A tecnologia propicia essas adaptações à vida moderna, facilitando o cumprimento dos preceitos", diz Cecilia Ben David, especialista em judaísmo da Casa de Cultura de Israel. "Em Tel-Aviv, isso já é bem comum."  Os baianos tambem querem algo parecido!!!

-É verdade que se uma pessoa cair no Rio Tietê morrerá intoxicada?

Em termos.O rio é fiel depositário de detritos de São Paulo e de outras 38 cidades da região metropolitana. "Com sorte, quem cair em suas águas pode pegar somente cólera, hepatite ou leptospirose", diz o biólogo. José Luiz Negrão Mucci, do departamento de saúde ambiental da USP. O risco de intoxicação é altíssimo, pois o Tietê está poluído por metais pesados e substâncias tóxicas como cianetos. "Mas, se receber tratamento médico adequado, a vítima possivelmente sobreviverá."


sábado, 13 de julho de 2013

O Dia da Pizza


Dia da Pizza é comemorado em 10 de julho, desde 1985. Pizza é uma preparação culinária de origem italiana e famosa no mundo inteiro, que consiste em um disco de massa, regado com molho de tomates e coberto com ingredientes variados, como queijo, carnes, 
ervas. Existem até pizzas doces.


Origem do Dia da Pizza

O Dia da Pizza é comemorado em 10 de julho, quando a data foi instituída pelo então secretário de turismo, Caio Luís de Carvalho, em 1985. Foi feito um concurso estadual que elegeria as 10 melhores receitas de mussarela e margherita, empolgado com o sucesso do evento, o secretário escolheu a data de seu encerramento, 10 de julho, como data oficial de comemoração.



quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

O carnaval



Carnaval é uma festa que se originou na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C.. É um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média. O período do carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou do latim "carne vale" dando origem ao termo "carnaval". Durante o período do carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas. Já o Rio de Janeiro criou e exportou o estilo de fazer carnaval com desfiles de escolas de samba para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio e Helsinque.
O carnaval do Rio de Janeiro está atualmente no Guinness Book como o maior carnaval do mundo, com um número estimado de 2 milhões de pessoas, por dia, nos blocos de rua da cidade. Em 1995, o Guinness Book declarou o Galo da Madrugada, da cidade do Recife, como o maior bloco de carnaval do mundo.


História e origem

A festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra "carnaval" está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão "carnis valles", que, acabou por formar a palavra "carnaval", sendo que "carnis" em latim significa carne e "valles" significa prazeres.
Em geral, o carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas. Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados "gordos", em especial a terça-feira (Terça-feira gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras). O termo mardi gras é sinônimo de Carnaval.

No período do Renascimento as festas que aconteciam nos dias de carnaval incorporaram os baile de máscaras, com suas ricas fantasias e os carros alegóricos. Ao caráter de festa popular e desorganizada juntaram-se outros tipos de comemoração e progressivamente a festa foi tomando o formato atual.O carnaval da Antiguidade era marcado por grandes festas, onde se comia, bebia e participava de alegres celebrações e busca incessante dos prazeres. O Carnaval prolongava-se por sete dias na ruas, praças e casas da Antiga Roma, de 17 a 23 de dezembro. Todas as atividades e negócios eram suspensos neste período, os escravos ganhavam liberdade temporária para fazer o que em quisessem e as restrições morais eram relaxadas. As pessoas trocavam presentes, um rei era eleito por brincadeira e comandava o cortejo pelas ruas (Saturnalicius princeps) e as tradicionais fitas de lã que amarravam aos pés da estátua do deus Saturno eram retiradas, como se a cidade o convidasse para participar da folia.

Cálculo do dia da Carnaval

Todos os feriados eclesiásticos são calculados em função da data da Páscoa, com exceção do Natal. Como o domingo de Páscoa ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia que se verificar a partir do equinócio da primavera (no hemisfério norte) ou do equinócio do outono (no hemisfério sul), e a sexta-feira da Paixão é a que antecede o Domingo de Páscoa, então a terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa.


Datas do Carnaval

O Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa, em fevereiro, geralmente, ou em março, conforme o Cálculo da Páscoa (veja artigo anterior), ocorre próximo do dia de Lua Nova. Assim, poderá calhar próximo do ano novo chinês, se calhar antes ou próximo de 19 de fevereiro. No século XXI, a data em que ocorreu mais cedo foi a 5 de fevereiro de 2008 e a que ocorrerá mais tarde será a 9 de março de 2038. Embora seja possível noutros séculos, o dia de Carnaval não ocorrerá a 3 ou 4 de fevereiro durante todo o século XXI.


quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

QUE BOM “NÃO TER NADA PARA SE FAZER” NO INTERIOR!


texto enviado por Eduardo Salles Pimenta Filho

As diferenças que existem entre cidades pequenas do interior e cidades cosmopolita (como São Paulo) são diversas, como centro de lojas famosas; concentração de lanchonetes famosas mundialmente; horário de funcionamento do comércio, entre outras diferenças.
Alguém que esteja acostumado com o cotidiano corrido e frenético de São Paulo, perceberá o contraste (além do ritmo do cotidiano de uma cidade pequena do interior) das opções de entretenimento, e muitas vezes, não gostando, achando entediante, já que não é o ambiente em que se está acostumado. Essa percepção de contraste também se aplica a alguém que seja de uma cidade pequena do interior e vai para São Paulo, porém diferente no sentido de experiência agregadora, já que está tendo contato com opções de entretenimento que não existem na sua cidade, causando euforia pelo aumento dessas opções.
Dentro de todo esse contexto, ocorre uma situação curiosa que dependerá da observação dos mais sensíveis no tocante as relações humanas, que é o desenvolvimento da capacidade de se relacionar, interagir, e, consequentemente, acolher.
Centros urbanos como São Paulo dispõem diversas opções para entretenimento individual, que podem ser praticadas coletivamente (baladas, cinemas, teatros, casa de shows), mas não é um entretenimento de interação humana, que facilite a sociabilidade, são entretenimentos praticados individualmente mesmo estando com amigos (como ir ao cinema com amigos; todos assistem o filme juntos, mas não conversam durante, o que é natural pela forma que se assiste um filme. Por isso é uma experiência individual, telespectador e a obra, mesmo estando em grupo.), assim não tendo interação profunda com o outro indivíduo (o que, normalmente, já faz parte do cotidiano de São Paulo que é tão corrido), como uma troca de ideias, troca de experiências, resultando em indivíduos superficiais, “vazios” para uma rica conversa.
No interior, uma cidade pequena, de aproximadamente quarenta (40) mil habitantes, não possui a variedade de opções de entretenimento como São Paulo, em decorrência disso, esses habitantes desenvolvem uma capacidade maior de interação humana (já que não tem muita opção de entretenimento), tornando-se pessoas mais sinceras e profundas no que envolve a interação. Se valoriza mais as relações sociais humanas como reflexo da falta de opções de entretenimentos comuns nos grandes centros urbanos.
Que bom “não ter nada para se fazer” no interior!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

São Paulo é a 24ª cidade do mundo em oportunidades, diz estudo!


A cidade de São Paulo ocupa o 24º lugar entre as cidades que têm as melhores oportunidades no mundo. A capital paulista supera apenas de Johannesburgo, na África do Sul, e Mumbai, na Índia, em um ranking que avalia as 26 melhores Cidades de Oportunidade. A líder é Nova York (Estados Unidos), seguida por Toronto (Canadá), São Francisco (Estados Unidos) e Estocolmo (Suécia). São Paulo foi a única cidade brasileira a ser analisada pelo estudo.

O estudo, que foi divulgado na tarde de hoje (22) durante a 5ª Mostra Responsabilidade Socioambiental da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), analisou 66 variáveis divididas em dez indicadores: capital intelectual e inovação, prontidão tecnológica, transporte e infraestrutura, saúde e segurança, sustentabilidade, influência econômica, facilidade em fazer negócios, custo, demografia e qualidade de vida e estilo de vida.




A pesquisa utilizou como base dados fornecidos pelo Banco Mundial, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), por organizações de estatística nacionais tais como a UK National Statistics e o US Census Bureau, além de provedores de dados comerciais. Os dados foram coletados durante o segundo e terceiro trimestres de 2010.


Apesar de figurar nas últimas posições, a cidade de São Paulo se destaca em sustentabilidade, onde figura como a oitava melhor cidade do indicador. Nesse item, São Paulo se destaca no consumo de energias renováveis (segundo posto mais alto entre os países) e na baixa emissão de carbono (também como a segunda melhor cidade nessa variável). 


A cidade também ocupa a primeira posição na variável maior conforto térmico, dentro do indicador de demografia e qualidade de vida. Outro ponto positivo para a cidade é a agitação cultural, oferecendo uma boa quantidade de restaurantes, cinemas, museus e espetáculos teatrais e musicais, além de ser uma cidade associada ao espírito de sua época.


Um dos destaques negativos de São Paulo é na área de transporte, onde ocupa a penúltima posição, acima apenas de Johannesburgo. Segundo o estudo, São Paulo apresenta um índice ruim em cobertura de transporte público e extensão da malha rodoviária de transporte coletivo. E também é uma das cidades mais congestionadas entre as 26 analisadas, atrás apenas da Cidade do México (México), Pequim (China), Mumbai e Johannesburgo. Outro indicador negativo é saúde e segurança, onde São Paulo aparece na penúltima colocação, à frente somente de Moscou (Rússia) e a pior no desempenho de criminalidade.


São Paulo também é uma das cidades que tem o maior custo, acima apenas de Mumbai, e uma das cidades que apresenta maior dificuldade para fazer negócios (à frente de Mumbai, Moscou e Xangai), sendo a cidade mais difícil do mundo para se abrir um negócio, a mais difícil para se fazer contratações e uma das mais inflexíveis do mundo com relação à jornada de trabalho.


Segundo Hazem Galal, sócio da PricewaterhouseCoopers e coordenador do estudo, São Paulo é uma cidade que desperdiça muitas oportunidades. “Hoje em dia, São Paulo tem um potencial muito alto não só para ser a principal cidade da América Latina, mas também para se destacar em nível mundial”.


Elaine Patricia

Ocorreu um erro neste gadget

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (6) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (8) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)
Ocorreu um erro neste gadget