Frases soltas por aí... no mundo!!

Mostrando postagens com marcador terra. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador terra. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Imersão Cósmica



O planeta Terra já vivenciou muitos acontecimentos desde que foi gerado e a espécie humana sempre recebeu as energias necessárias à sua evolução. 

Cada experiência vivida deixou marcas e impressões ao longo do caminho e que servem de parâmetro para enriquecer o crescimento, individual e coletivo, de todos os seres que pertencem a esse sistema. 

Nessa trajetória, desde o princípio, o eixo físico do planeta alterou sua envergadura e acionou um “desalinhamento” em relação à galáxia. De certa forma, não se pode julgar que esta ocorrência se deu por imprudência, mas a inclinação do eixo terrestre foi, e ainda é, necessária para abrir a escala vibracional no movimento da espiral energética planetária que permite uma passagem tranqüila para uma nova realidade, quando chegasse a hora. 

E, a hora é agora, neste tempo! 

Este agora é o momento do despertar da consciência da unidade em que toda a humanidade terá a possibilidade de escolher qual caminho seguir. Este caminho certamente será o reflexo da união dos propósitos auto-escolhidos que proporcionam um foco determinado, que impulsione os seres humanos a saírem da dualidade. 

O ser humano, apesar do esquecimento de seu passado distante, recebeu a oportunidade da encarnação terrestre, agregou conhecimento suficiente para promover um salto de consciência sempre que necessário. 

Cada um de nós traz no corpo energético energias que vibram em consonância com o planeta. É neste corpo que podemos sentir o pulsar dos pontos de captação e organização energética – os chakras. 

Este pulsar está vinculado a códigos específicos, que em tempos determinados acompanham os movimentos das Eras, e se tornam aparentes em certos momentos, com o intuito de fazer o homem da Terra, recordar o propósito divino que “os mestres conhecem e servem”. 

Para nós um dos códigos que mais importam agora é o chamado para 11:11, que propicia a mudança de freqüência vibratória e evoca um alinhamento com o cosmos. 

Do individual ao coletivo é preciso que o mundo humano encontre harmonia com todas as forças universais e que penetrem na vibração das leis cósmicas.

Talvez, para alguns de nós, seja por demais importante afinar-se com a data 11:11:2011, que passa a ser extraordinária não somente pelo paralelismo que se evidencia na ressonância numérica, mas pela intenção direcionada de manter o vínculo aos outros e que, certamente, formará uma egrégora fortemente estabelecida para a mudança interna e externa de cada ser. 

São muitos os chamados e sinalizações das forças universais, que recebemos durante nossa trajetória. Todos estes são a forma inteligente que escolhemos em tempos muito distantes, de evocar um olhar mais direcionado e profundo para despertar uma nova abordagem, uma nova forma de vida, já que o planeta adentra em dimensões mais elevadas de consciência. 

Muitos de nós, antes da encarnação terrestre, por livre escolha escolhemos aqui nascer para nos tornarmos ancoras do esplendor divino e sermos transformadores potenciais com a certeza de que poderíamos despertar muitos outros, para a grande tarefa da renovação. 

Nossas almas e código genético estão assim codificados para que a lembrança se faça em momento oportuno

Aos poucos os códigos da fonte de nossa origem ressonaram através de várias formas de manifestação e surgiram em todas as partes – pelas imagens, cores, símbolos, palavras, datas específicas, eventos cósmicos, alinhamentos planetários, ou seja, uma infinidade de sinais

Tudo isto com um único propósito: que nos lembremos dos compromissos assumidos pela luz e que são potencialmente doadores de amor e vida. 

Somos nós os criadores das infinitas possibilidades para gerir um novo mundo no qual devem ser utilizadas as ferramentas que evidenciem alegria, confiança e amor. 

Nós somos os maiores transformadores da terra mãe e Gaia rejubila-se com esta onda de integração que transmuta um mito muito antigo, a dualidade, na qual a separação faz seu gozo, para realizar o maior milagre há tanto tempo esperado, a unidade de um só coração, uma só mente e única esperança – Eu e voce somos um. 

A grande espiral está neste momento se fechando para o “ponto zero”, um marco que traz a possibilidade de um recomeço

A marca escolhida focaliza o 11:11 como o protótipo de uma Nova Era

Precisamos lembrar que a travessia se faz de uma consciência para outra, mais vibrante e potente. A referência é perceber que as pessoas estão sendo confrontadas com seus próprios conflitos e que o mundo pede reforma em todos os sentidos. 

Não é acaso tanta discórdia, violência e medo – são as duas energias antagônicas, forças duais, que estão em seu ponto máximo e que lutam desesperadamente para se manterem como sempre foram. 

Contudo, a força de todos aqueles que se colocam na sintonia do amor torna possível a mudança da Era do sofrimento para a Era da luz. Estamos sendo desafiados para buscar o alinhamento e cada um que penetra nesta ressonância torna-se uma âncora de luz

O estudo da numerologia explica que 11 é um numero mestre, que está sempre sobre o foco da luz, mas que reduzido se torna um 2 que impulsiona os nossos conflitos a se expressarem ainda pela dualidade, a serem processados de alguma forma: daí o expurgo, a limpeza e a reestruturação antes de alcançar os níveis mais altos de consciência. 

É assim que o mundo se encontra - quanto mais adentrarmos no Portal da Luz mais as sombras surgirão para mostrar o que precisa ser alterado, ressignificado

A sensação de separação que habita nosso coração e que nos traz muita saudade passa a ser um ativador dos códigos fontes que nos conduzirão a outra realidade dimensional. 

Portanto, o dia 11:11:2011 é um codificador 8
 que nos ensina a administrar as nossas emoções e avivar a nossa intuição se assim o quisermos.

Sempre que nós escolhemos e focalizamos algo que queremos muito o universo conspira a favor e torna realizável a promessa.

Temos assim que nos dar conta de que o alinhamento pode acontecer primeiro por livre escolha de cada um, depois pela entrega direcionada ao propósito na vida de cada um. Somente cada pessoa saberá como isso acontecerá.

A mudança de dimensão a tanto falada é a oportunidade de sintonizar o nosso ser interno, nossa alma e nosso espírito com as forças naturais do universo.

Este é o momento, não somente nesse dia e hora, mas também a cada instante, a partir disso. Este é um chamado, sintonização.

Nossa referencia pode ser realmente as energias que o ano de 2011 nos traz, pois é o ano do coração, expresso pela soma de seus números que é o – a realização, a travessia pelo Portal da Luz.

Lembremos que a palavra é o verbo em nossas bocas, portanto é a seiva que nos guia, que nos dá coragem, humildade e poder de ressonância para reverberar na luz de nossa origem e ter o poder de nos reconhecermos como luz.

Conscientes ou não, somos seres divinos e, como tal, devemos buscar a compreensão de que a sustentação da vida, além das bases humanas, se faz pela energia do espírito.

E, desta forma, faremos essa travessia pelo Portal da Luz que se abre neste tempo, para dar espaço, a todos que queiram habitar os campos floridos do Criador.

Essa é a compreensão direcionada sobre esse momento especial que nos dá a todos a amplitude de consciência para criar um mundo onde nossos filhos e netos serão os patronos da Nova Era.


Marizilda Lopes



terça-feira, 11 de outubro de 2011

Desapego X Apego


Desapego... que exercício difícil para nós ainda presos ao ego humano... o apego é uma das maiores ilusões da vida terrena... apegar-se a que? A quem? Apegar-se para que? Se tudo é transitório, se tudo é passageiro...

O apego é uma das fontes de maior sofrimento... quanta dor, quantas lágrimas por nada.

O apego é o mesmo que querermos segurar o vento, o ar... somente com o desapego é que podemos ter... ter o que é da alma... porque nós não temos... nós simplesmente somos... somos o que somos.

O sofrimento do apego se inicia aqui, na Terra, quando presos aos mayas* acreditamos ter posse sobre as coisas materiais; a nossa terra, a nossa terra, a nossa casa, as nossas roupas, a nossa beleza, o nosso carro, o nosso cargo, a nossa posição social, o nosso talão 5 estrelas, o nosso cartão de crédito internacional, a nossa empresa e assim por diante... Claro que a prosperidade é um direito do ser, é estarmos em sintonia com a energia da abundância cósmica, mas não podemos confundir com posse...

Alguns tem um forte sentimento de apego dentro de um Fusca 64 e outros passarão totalmente desapegados dentro de uma Mercedes 2003... nós aprendemos na Luz e na sombra... temos que perder para darmos valor ao ganhar, temos que passar pela escassez para aprendermos a buscar a abundância; e a vida é uma grande roda, que gira e gira e nós vamos vivenciando todos os desafios, todas as situações para adquirirmos sabedorias... tudo é cíclico... tudo é empréstimo temporário para o nosso aprendizado.

Quanto sofrimento é gerado à alma no momento do seu desencarne, quando, presa aos apegos terrenos... não alcança a Luz porque está olhando as sombras; não atinge um nível maior de consciência porque está presa à inconsciência dos apegos terrenos...

Devemos sim viver os prazeres da terra, com o desapego da alma... vivendo aquilo que a vida está nos proporcionando sem a prisão do medo da perda...

E o que dizermos do apego emocional? Ah... é mais e muito mais dolorido!

Criamos inúmeras vezes na nossa mente, no nosso corpo emocional, a ilusão de que o outro nos pertence, que nós temos posse sobre o outro e também vendemos a ilusão que o outro tem posse sobre nós... e neste jogo emocional vivemos anos, vidas inteiras e criamos laços carmáticos profundos... e o mais irônico, para não dizer o mais triste, é que nos atrevemos, presos a esta visão distorcida, a chamar isto de amor! Mas temos que compreender que para atingirmos o Desapego e o Amor Maior, temos que vivenciar o apego e o amor terreno. São os nossos primeiros passos para alcançarmos a sabedoria dos Mestres.

Nós confundimos apego profundo com desapego e não conseguimos realmente enxergar nossa confusão e a vida faz a parte dela, ou seja, gera o desapego para percebermos o quanto estávamos apegados.

Na minha própria experiência de vida e na minha experiência profissional já tive a abençoada oportunidade de perceber esta distorção.

Na minha mente vêm, neste momento, dois ou três casos recentes que ilustram esta situação e vou citar um deles para que, através de uma profunda reflexão, sirva-nos como um aprendizado, porque a humanidade é interligada e um influencia o outro; o aprendizado de um altera o todo.

A Maria e o João foram casados por quase 20 anos. O João se apaixonou pela Joana e foi embora em busca da sua felicidade, real ou ilusória, não importa aqui. Isto já faz dez anos... O João foi embora mas continuou iludindo a Maria. Não permitia que ela se desprendesse dele. Visitava-a constantemente, a presenteava sempre, escrevia cartas dizendo da sua ligação com ela, que não conseguia esquecê-la, mas que não tinha forças para deixar a Joana pois ela era tão frágil... tão necessitada dele... e que a Maria sim, era forte, e como ele a admirava por isso e que a Maria poderia compreender e esperar que ele resolvesse a situação... e que tentaria resolver o mais breve possível e em algumas vezes até deixava transparecer que seu desespero era tão grande que poderia até se suicidar e que a Joana era tão dependente que se ele a deixasse provavelmente ela seria capaz de fazer uma loucura e o que seria dele? E a consciência e responsabilidade dele? Nunca mais se perdoaria. A Joana era tão depressiva... até tomava vários medicamentos... e a Maria nisso tudo? Um verdadeiro exemplo de desapego... negou a própria vida, parou de lutar por suas metas, escondeu-se atrás destas migalhas ilusórias e ficou aguardando esperançosa o retorno do João; ficou adiando ser feliz por todos esses anos... Quando o João retornasse como seriam novamente felizes!

Desapego? Amor incondicional? Baixa auto-estima? Sim, pode até ser amor mas o amor incondicional é desapego e desapego é amor incondicional... é querer a felicidade e o bem estar do outro e de si mesmo. Mas para amarmos o outro temos também que nos amar e nos respeitar. Será que não é um apego tão forte, tão enraizado, que não permitimos que o outro seja feliz e num grande auto boicote, optamos em sermos infelizes para não nos desapegarmos do outro e não permitirmos que o outro se desapegue de nós.

O que aparenta desapego é um profundo apego; tão forte que preferimos renunciar à própria felicidade do que renunciarmos ao outro.

Estejamos atentos aos mayas... aos autoboicotes... às migalhas que acreditamos merecer...

Desapego nos liberta. Apego nos aprisiona.

Exercitemos o desapego das coisas materiais, das ilusões emocionais, dos rancores, das mágoas, de tudo aquilo que nos aprisiona.

Libertemo-nos! Sejamos livres no Desapego!

* Mayas (do sânscrito): "Ilusão".
:: Ingrid Dalila Engel :: 

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (7) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (9) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)