Frases soltas por aí... no mundo!!

Mostrando postagens com marcador vivência. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vivência. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Rituais de Primavera - Vivência & Puxirum (mutirão) em Instituto Arapoty



Hora
01 de outubro de 2011 (sábado) às 08:00 - 02 de outubro de 2011 (domingo) às 16:00

Localização
Instituto Arapoty
Estrada dos Alves, nº· 407
Itapecerica da Serra, Brazil

Criado por

Mais informações
dia 01 - Ritual Arapoty - Renascimento
dia 02 - Ritual de Prosperidade.

Vivência & Puxirum (mutirão) - refazimento / conclusão da Opÿ (casa de rezas) e vivência. Encontro será entre às 08h00 e 09h00, no Centro de Convivência, Rua Victor Manzini, nº· 20 – Itapecerica da Serra – SP – CEP.: 06.850-030, fone: 11 41654499

Após esse horário, quem for ajudar, deverá ir diretamente para o local do mutirão e da vivência: Estrada dos Alves, nº· 407 - Itapecerica da Serra/SP.

Valor sugerido por pessoa para a Vivência repassado ao Instituto é de R$ 150,00

OBS: Mutirão (termo de origem tupi de etimologia obscura) é o nome dado no Brasil a mobilizações coletivas para lograr um fim, baseando-se na ajuda mútua prestada gratuitamente. É uma expressão usada originalmente para o trabalho no campo ou na construção civil de casas populares, em que todos são beneficiários e, concomitantemente, prestam auxílio, num sistema de rodízio e sem hierarquia.

Caminho do Conhecimento


Por Leandro Castello Branco


O Vedanta é o conhecimento contido no final de cada Veda, e diz respeito ao autoconhecimento, ou seja, é o estudo que se propõe a revelar nossa real natureza. E o Vedanta afirma que nossa natureza é plena, fonte real de todas as nossas experiências de paz e felicidade. Isso pode até ser difícil de acreditar, visto que nossa vivência muitas vezes nos aponta o contrário (já dizia Vinícius de Moraes "tristeza não tem fim, felicidade, sim"). Mas, se você reparar bem, a experiência de felicidade que você tem ao tomar um sorvete, ao ganhar alguma coisa que sempre quis, a experiência de dar o primeiro beijo na pessoa que você ama ou de ter o primeiro filho, todas elas têm somente uma coisa em comum: você, feliz, completo.

Em suas mãos
Esse conhecimento nos diz que não são os objetos e conquistas que nos dão a sensação de felicidade, mas eles apenas nos mostram, por um breve momento, a felicidade que nós já somos. Ser feliz, estar bem consigo mesmo, já é algo que nós somos, o problema é que nos identificamos com o corpo, que é limitado, e a mente, que é limitada. E a tristeza é justamente a sensação de limitação, de falta, de carência. Mas, o verdadeiro "eu" é livre de limitação e, portanto, não afetado pela falta ou pela carência.

O Vedanta está sempre atual, pois fala sobre nós mesmos. As questões mais importantes do ser humano são sempre algo na linha de "quem eu sou?", "qual o meu papel nesse mundo?" ou "pra onde vou depois que eu morrer?". São questões sobre as quais o ser humano reflete, mas não tem como achar a resposta por si mesmo. É preciso um pramanam, um meio de conhecimento, e os Vedas são exatamente isso.

Assim como o os olhos são o meio adequado de se ver uma cor, o Vedanta é um meio adequado para conhecer sobre uma questão espiritual: aquela que transcende o poder de percepção dos seus sentidos e a sua capacidade de raciocínio. Se você quer saber sobre uma flor, você pode estudar botânica ou biologia, se quer saber sobre o espaço, pode estudar astronomia e física. Mas, o que você vai estudar quando quer saber de si mesmo? Este é o papel do Vedanta. E sendo que temos que conviver com nós mesmos 100% do nosso tempo, bem... "Quem eu sou?" é uma questão sempre atual.


Em seu devido lugar
O Vedanta nos diz que o problema fundamental do ser humano é a identificação errônea do ser humano com o corpo, com a mente e as emoções. E embora este seja um problema extremamente complexo, ele pode ser resumido em uma única palavra: ignorância. Quando você quer iluminar um quarto, não vai adiantar nada abrir uma lata de refrigerante. Você tem que acender uma luz. Da mesma forma, para dissipar a ignorância é preciso conhecimento, não existe outra opção, e este é o papel do Vedanta.

Dito assim parece simples, porém, nossa identificação com o complexo corpo/mente é extremamente forte, e é justamente por causa dessa conexão que podemos vivenciar o mundo como ele é. Então, além de tudo, é uma conexão necessária. Só que o mundo (e principalmente o mundo atual) nos passa a falsa ideia de que o corpo pode ser eterno, de que a mente pode ter tudo o que ela quer. Isso gera um conflito interno muito grave nas pessoas, pois a propaganda nos mostra algo que percebemos, cedo ou tarde, não ser verdadeiro.

Com o Hatha Yoga, você começa a recolocar cada coisa em seu devido lugar. Você começa a ver o seu corpo como um templo, sua mente como uma ferramenta. Com a prática de asanas (posturas) epranayama (exercícios respiratórios), você começa a dominar os desejos, o que é fundamental para ter uma mente clara, capaz de discriminar. Então, o Hatha Yoga é uma excelente prática preparatória para o estudo dos Vedas.

A capacidade de discriminar é, fundamentalmente, o que nos separa de todas as outras formas de vida no planeta. E, sem perceber, numa vida turbulenta em que corremos de um lado para o outro, comemos qualquer coisa que nos apareça pela frente e abrimos mão do sono e do descanso, nós simplesmente nos desconectamos dessa capacidade. Quando não estamos trabalhando, estamos dormindo, quando não estamos fazendo nada disso, estamos nos divertindo. Não há mais tempo para a reflexão, para a introspecção. Se você tem uma prática de asanas e pranayamas sólida, essa disciplina provoca uma mudança na sua vida e isso acontece porque ela provoca uma mudança na sua mente.

Com o Hatha Yoga, podemos iniciar esse processo de nos reconectar com a nossa essência, começando por onde é mais fácil: pelo corpo físico. Depois, sutilizando a prática, usamos a respiração para começar a disciplinar a mente. A mente disciplinada acaba se interessando pelo questionamento interno, e do questionamento interno surge o interesse e a capacidade de estudar o Vedanta. Uma vida de Yoga é uma vida de autoestudo.

Cursos Relacionados:
Oficina de Vedanta
Dia: 15 de outubro
Local: YogaFlow CIYMAM (SP)
Informações: (11) 3849-6857

Retiro de Yoga e Vedanta com Leandro Castello Branco e Bruno Jones
Dias 21, 22 e 23 de outubro.
Local: Sítio Santanna, próximo a Itaipava (reg. serrana do Rio)
Informações - contato@saraswatistudio.com

Leandro é coordenador do Saraswati Studio de Yoga no Rio de Janeiro e pratica yoga desde o ano 2000. Morou seis meses na Índia em 2006 e desde então teve a oportunidade de viajar estudando vedanta, yoga e meditação com diversos mestres como Swami Dayananda Saraswati, S.S. o Dalai Lama e o mestre zen Thich Nhat Hanh. No início de 2009 recebeu iniciação como Brahmane, através do ritual Védico tradicional "Upanayanam". Estuda regularmente desde 2006 com a prof. Gloria Arieira, no Rio.
www.saraswatistudio.com e http://blog.bolsademulher.com/yogaeespiritualidade/

Palavras mais buscadas...

ação (3) aconchego (1) acreditar (3) adeus (1) água (8) Alexandre (3) alimentação viva (4) alimento (5) alma (8) alunos (2) amadurecer (3) amar (10) amazônia (12) amigo (14) amigos (9) amizade (8) amor (60) amoral (4) andar (2) ano (2) Apego (10) aprender (4) aproveite (1) Arapoty (1) aristóteles (4) as sete leis (2) ascendente (2) astrologia (25) atitude (6) auto-estima (3) ayurveda (5) batalha (3) beijo (4) beleza (6) bem (6) boca (7) Brasil (17) brasileiros (14) brincar (5) buda (5) busca (2) calma (2) caminhada (2) caminho (6) camisola (1) cancer (5) câncer (4) capricórnio (5) característica (3) carentes (2) carinho (6) casa (5) casal (3) casamento (6) causo (5) cérebro (9) certo (3) chakras (3) china (3) chorar (5) ciclo (2) cigarro (2) cinema (2) coisas impossíveis (2) comer (5) competição (4) conforto (2) confúcio (2) conhecimento (5) consciência (11) conto popular (6) controvérsia (3) cor (12) Cora Coralina (2) coração (13) coragem (3) corpo (18) crenças (6) culpa (7) cura (4) Dalai Lama (2) decorar (12) depressão (8) desabafo (3) desamor (3) desapego (17) destino (12) Deus (16) dia (7) dicas (6) dificuldade (3) dignidade (3) dinheiro (10) ditado (9) ditados populares (5) dito (5) doação (3) doença (11) dor (7) dosha (4) ego (7) emoção (4) emocional (4) emoções (3) energia (10) equilíbrio (3) erro (4) esperança (2) espiritual (7) estilo (2) estória (10) ética (3) ético (4) evolução (7) falar (6) família (11) fazer (3) felicidade (28) feliz (18) festa (4) filho (4) filme (2) filosofia (6) filósofo (3) flor (12) floral (12) flores (14) fofoca (6) frase (30) frases (19) Gandhi (2) gay (3) hábito (5) harmonia (4) hatha yoga (2) heroína (2) história (11) homem (15) honestidade (2) humanidade (5) humano (19) humilde (2) humor (6) idade (6) ignorância (6) imagem (2) incapaz (2) inteligência (7) japão (2) jovem (4) Kaká Werá (3) lábios (2) laranja (3) leão (6) legais (2) legumes (2) lenda (24) lendas (18) liberdade (6) limites (2) língua (3) livre (3) lorota (5) louco (7) loucura (8) luz (3) mãe (3) mágoa (5) mágoas (6) Mahatma Gandhi (3) mal (6) mantra (2) mãos (2) matuto (2) medicina (5) médico (3) Meditação (10) meditar (4) medo (13) mensagem (9) mente (5) mentira (34) mentiras (4) moksha (3) momentos (4) Monge (2) monja coen (2) moral (4) morrer (9) morte (9) motivação (4) mulher (15) mulheres (5) mundo (7) música (6) namoro (3) natal (3) natural (2) natureza (15) nova (2) nutrientes (2) o bem amado (2) obsessiva (3) Odorico (4) orgulho (5) oriental (2) otimista (2) paciência (4) pais (4) paixão (5) palavra (14) palavras (8) Paraguaçu (4) Paris (2) paz (10) pecado (3) pecados capitais (2) peixes (6) pensamento (8) perdoar (3) pererê (2) pergunta (3) persistência (3) personalidade (6) pés (2) Pessoa (4) piadas (2) pior (3) planeta (14) platão (4) poder (3) política (3) político (6) popular (10) populares (4) português (3) positivo (4) prazer (5) prem (2) prem baba (3) preocupação (3) presente (4) problemas (4) professor (5) profissional (3) promessa (2) prosperidade (2) provérbio (23) psicólogo (3) qualidade (2) raiva (4) realidade (22) refletir (2) refrigerante (3) regente (12) rei (2) relação (4) relacionamento (6) relacionamentos (5) religião (5) respeito (4) responsabilidade (9) resposta (5) rico (3) rir (8) riso (5) rosto (2) sabedoria (14) saber (5) saci (3) sagrado (2) sangue (2) Santidade (2) saudade (3) saudável (3) saúde (15) segredo (3) sensatez (2) sensível (2) sentimento (14) sexo (18) sexual (3) Sigmund Freud (2) significados (2) signo (26) signos (26) silêncio (5) sinceridade (3) sincero (2) sindrôme (2) síndrome (2) social (3) sociedade (6) sócrates (3) sofrer (3) sofrimento (3) solidão (5) solidariedade (3) sonhar (4) sorrir (4) sorriso (4) sorvete (2) stress (4) sucesso (5) Sucupira (4) suicídio (3) tempo (12) terapia (3) terra (2) Tibete (2) TPM (4) trabalho (9) transformação (3) travesso (2) triste (3) tristeza (11) tumores (2) universo (3) útil (2) velho (4) velhos (3) veneno (2) verdade (43) vício (2) vícios (3) vida (44) vinyasa yoga (2) virgem (5) virtude (3) vitamina (2) vitória (3) vivência (2) viver (18) voluntário (2) Zen (4)